Hoje vi(vi) um filme: Estreias da Semana #8

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Estreias da Semana #8

Cinco filmes chegam esta Quinta-feira, dia 19 de Abril, às salas de cinema nacionais.

Assim Assim (2012)
Reunindo alguns dos mais famosos actores portugueses, Assim Assim apresenta-nos cinco personagens que se cruzam numa esplanada, dando início a uma viagem pelas suas vidas. Um filme sobre relações, sobre o que queremos para nós e o que não conseguimos alcançar. Boas e más relações, amores e complicações, tudo pode acontecer.

Batalha Naval (2012)
Battleship
Mais um filme com Liam Neeson a estrear este ano. Peter Berg, realizador de Hancock, produz e realiza Battleship - Batalha Naval, um épico de acção e aventura que se desenrola entre mar, ar e terra, no momento em que o planeta luta pela sobrevivência contra uma força superior, tendo por base o clássico jogo de guerra naval da Hasbro, Batalha Naval.

Capitães da Areia (2011)
Do Brasil chega-nos Capitães da Areia, um filme baseado na obra de Jorge Amado com o mesmo nome. Eles são um grupo de meninos de rua carentes de afecto, instrução e comida, que vivem de esquemas e pequenas burlas, na Baía dos anos 50. Pedro Bala é o líder, impõe a ordem e é o rei do Trapiche – um armazém abandonado na praia, onde todos os rapazes dormem. Com a chegada de Dora a vida do Trapiche nunca mais será a mesma. O que estes meninos, que cedo se fizeram homens, não sabem, é que a vida ainda tem muito para lhes ensinar.


O Exótico Hotel Marigold (2011)
The Best Exotic Marigold Hotel
Com um elenco de luxo, O Exótico Hotel Marigold promete algo diferente. Um grupo de britânicos aposentados decide ir à descoberta da Índia, desfrutando assim da sua reforma numa luxuosa estância turística. Apesar do luxo publicitado em pouco ou nada corresponder à realidade, o agora Exótico Hotel Marigold irá progressivamente proporcionar aos seus hóspedes o charme inebriante e revitalizador da Índia, ainda que por vias pouco convencionais.

Terraferma (2011)
De Itália chega-nos esta semana Terraferma, que nos sobre as dificuldades dos pescadores e imigrantes ilegais. Aos 20 anos, Filippo nunca saiu da ilha onde nasceu. O seu avô ensinou-o a respeitar o mar, de modo a sobreviver através da pesca e a viver do que a Natureza lhe dá. A mãe Giulietta, viúva há dois anos, por outro lado, quer um destino diferente para o filho e, por isso, com o subsídio estatal para abater barcos velhos, quer reconstruir a sua vida no continente. Filippo não quer destruir o barco do pai e quer que este seja usado para passear turistas. Entretanto, durante uma expedição de pesca, jovem e avô deparam-se com um barco de um grupo de imigrantes africanos. Sem saberem, Filippo, mãe e avô, tornam-se cúmplices de um crime: ajudar e instigar a imigração ilegal.

Sem comentários: