Hoje vi(vi) um filme: Crítica: Descaradamente Infiéis (2012)

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Crítica: Descaradamente Infiéis (2012)


A infidelidade masculina contada por sete homens, com um machismo que pretende ridicularizar-se a si mesmo. Nomes franceses sonantes desde O Artista, Michel Hazanavicius e Jean Dujardin compõem o leque de realizadores, e o segundo é também um dos protagonistas de Descaradamente Infiéis, que chega hoje aos cinemas portugueses.

Já antes de O Artista, Hazanavicius e Dujardin serem premiados nos Óscares deste ano, Descaradamente Infiéis tinha causado polémica, pelo famoso cartaz do actor entre as pernas de uma mulher, com uns célebres sapatos vermelhos. Certo é que o poster já fazia adivinhar que, mais do que o machismo de que tanto se falou, o filme iria trazer, acima de tudo, muitas gargalhadas.

Lê a crítica completa no Espalha-Factos: "Infiéis e Descarados"

Sem comentários: