Hoje vi(vi) um filme: Crítica: Haywire - Uma Traição Fatal

sábado, 12 de maio de 2012

Crítica: Haywire - Uma Traição Fatal


Uma mulher de armas ao comando de um bom thriller de acção, é o que nos traz desta vez Steven Soderbergh. Uma Traição Fatal vem mostrar que não se deve trair uma mulher, muito menos quando se trata de Mallory Kane. Com um elenco de luxo, como o realizador nos tem habituado, este é um filme que irá agradar a uma grande maioria.

Belos cenários, excelentes interpretações, uma protagonista cheia de garra, são uma amostra do que Uma Traição Fatal tem para nos oferecer. Muito longe dos típicos filmes de acção onde não é preciso pensar, aqui o espectador deve estar atento a todo e qualquer pormenor para que tudo faça sentido.

Mallory Kane é uma das mais bem treinadas agentes secretas numa agência que trabalha para o Governo. Contudo, após uma bem sucedida missão em Barcelona, onde resgatou um jornalista chinês refém, Mallory é enganada e abandonada à morte por alguém da própria agência. De um momento para o outro, um grupo de assassinos conhece cada passo seu, mas Mallory joga com as suas capacidades de combate para descobrir a verdade e virar o jogo a seu favor. Apesar de os perigos espreitarem por todo o lado, a sua sede de vingança é maior.

Sem comentários: