Hoje vi(vi) um filme: MONSTRA 2013: Selkirk, el verdadero Robinson Crusoe

terça-feira, 12 de março de 2013

MONSTRA 2013: Selkirk, el verdadero Robinson Crusoe

*6.5/10*

A MONSTRA começou na passada Quinta-feira e entre muitos destaques - Akira, no Sábado, fez as delícias de muitos, e repete na próxima Sexta-feira - as homenagens à animação brasileira e espanhola têm-se feito sentir. Esta Segunda-feira, ao quinto dia de festival, deu-se início à exibição das longas-metragens da Competição Internacional com Selkirk, el verdadero Robinson Crusoe (Selkirk, o verdadeiro Robinson Crusoe), uma produção do Uruguai, Argentina e Chine.

Realizado por Walter Tournier, a longa-metragem de animação conta a história de Selkirk, um corsário rebelde e egoísta, que embarca como mestre de vela no Esperanza, uma galé inglesa que navega aos mares do Sul em busca de tesouros. No meio de uma série de contrariedades, para as quais muito contribui o capitão Bullock, Selkirk vê-se isolado numa ilha deserta, com um grande desejo de vingança, e onde terá de aprender a sobreviver sozinho.

Fugindo às tradicionais histórias de piratas, e baseando-se no clássico livro de Daniel Defoe Robinson CrusoeSelkirk, el verdadero Robinson Crusoe é uma interessante e, acima de tudo, divertida forma de começar a Competição Internacional da MONSTRA. A narrativa revela-se pouco cativante, até entrar realmente em jogo a sobrevivência do protagonista e, aí sim, a nossa atenção fica presa ao ecrã e a esta nova versão do naufrago numa ilha deserta. É ali que Selkirk se depara com uma necessária alteração de comportamento, com o desejo de vingança inicial a transformar-se, à medida que também vai construindo uma nova forma de ver o mundo.

O tom divertido em que todo o filme se desenrola é um ponto a favor, que se encaixa bem na animação em stop motion - recorre, em certos momentos ao digital - é curiosa, e funciona de forma encantadora no que toca aos animais - patos, cabras, gatos ou o irresistível papagaio Lordi, por exemplo - que nos proporcionam várias gargalhadas.


Vale a pena continuar a acompanhar a Competição Internacional, bem como as restantes secções desta edição da MONSTRA - Festival de Animação de Lisboa. Aqui está o programa.

Sem comentários: