Hoje vi(vi) um filme: IndieLisboa'13: LisbonTalks fazem reflectir e construir o cinema

sexta-feira, 5 de abril de 2013

IndieLisboa'13: LisbonTalks fazem reflectir e construir o cinema


As LisbonTalks Universidade Lusófona visam a formação e a discussão dos diferentes processos que envolvem a produção de cinema. Como tal, o IndieLisboa organiza uma agenda de actividades que dão aos espectadores e participantes a oportunidade de realizarem um filme, descobrirem novas perspectivas de produção e conhecerem as várias etapas relativas à produção, rodagem, montagem e exibição.


Entre 18 e 26 de Abril na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, no Hotel Florida e na Sala Montepio do Cinema São Jorge, as LisbonTalks serão um espaço aberto de aprendizagem e discussão. A desconstrução do processo de criação para cinema será feita através de um seminário, um workshop e de diversas conversas, apresentações e debates.

Filipa Reis e João Miller Guerra - vencedores da competição nacional de curtas metragens do IndieLisboa'12 - abrem o programa (no dia 18) com um workshop de realização, que culmina na realização de uma curta metragem de 5 minutos, de género livre. Dia 21 de Abril tem lugar o seminário Cinema em Portugal – e se os apoios públicos não existissem?, numa conversa orientada por Paulo Viveiros, sobre produção, formação, distribuição e exibição.

Já os debates começam a 22 de Abril com o tema A Fotografia no Cinema, com uma conversa sobre a importância do trabalho do director de fotografia. No dia seguinte, o tema é a Individualidade da Representação, com o realizador João Canijo e a actriz Anabela Moreira, e, no dia 24, no debate Recortar Histórias, com João Braz, fala-se sobre a influência do processo de montagem no resultado final de um filme. A 25 de Abril, as Novas Tecnologias do Cinema são o centro da conversa e, a fechar o ciclo no dia 26, Francisco Valente modera o debate sobre o cinema português O Efeito Tabu – Desafios para o Futuro no e do Cinema Português.

Sem comentários: