Hoje vi(vi) um filme: MOTELx'13: Kiss of the Damned (2012)

terça-feira, 17 de setembro de 2013

MOTELx'13: Kiss of the Damned (2012)

*4/10*
Xan Cassavetes veio apresentar a sua primeira longa-metragem ao MOTELx numa sessão muito bem composta no passado Sábado, dia 14. Kiss of the Damned marca assim a estreia da filha de John Cassavetes e Gena Rowlands no mundo das longas de ficção.


Esta história de vampiros centra-se na vampira Djuna, que tenta em vão resistir aos encantos do humano Paolo, um argumentista de cinema, acabando por ceder à paixão que os une. Contudo, a visita surpresa de Mimi, a irmã mais nova, irá pôr em perigo não só o novo romance, como toda a comunidade secreta de vampiros.

Ao longo de Kiss of the Damned nada acontece realmente, com a história a começar e terminar sem grandes mudanças. O argumento é fraco, mas dá mostras de que melhor explorado poderia ter um resultado bem mais positivo, existindo bons momentos isolados no decorrer da acção.


Estamos perante uma comunidade de vampiros que deixou de se alimentar de sangue humano, tendo aprendido a ceder à tentação que lhes está tão perto. Mimi chega para testar os limites dos seus semelhantes. Se Xan Cassavetes tivesse preferido explorar este lado mais social vs. animalesco - onde assistimos a certo momento um interessante debate entre vampiros -, e apostado menos no romance já tão visto em filmes do género, provavelmente todos sairíamos a ganhar.

De realçar é a excelente banda sonora, intensa e apropriada, na sua maioria composta por Steven Hufsteter.

Xan Cassavetes não começa no mundo das longas-metragens da melhor forma. Kiss of the Damned estreou no último Festival de Veneza, e mesmo evocando os filmes de vampiros eróticos série B, não consegue demarcar-se e ser realmente notável.

Sem comentários: