Hoje vi(vi) um filme: MOTELx'13: Room 237 (2012)

sábado, 14 de setembro de 2013

MOTELx'13: Room 237 (2012)

*7.5/10*
A abrir o segundo dia de MOTELx, o documentário Room 237 chegou à Sala 3 do Cinema São Jorge para dar a conhecer diversas teorias e leituras possíveis (ou impossíveis) sobre o clássico do terror The Shining, de Stanley Kubrick. A longa-metragem de Rodney Ascher estreou em Sundance e passou por diversos festivais, como Cannes, Toronto ou o Fantastic Fest, chegando agora ao MOTELx.

Rodney Ascher reuniu cinco pontos de vista, ilustrou-os com excertos de filmes (com os de Kubrick e não só), acompanhados pela banda sonora perfeita do filme de 1980, e ofereceu-nos um documentário muito curioso em volta de The Shining. O debate fica lançado muito para lá da sala de cinema e esse é um dos pontos fortes de Room 237 - o excelente título que se refere ao quarto "proibido" do filme de Kubrick.

No meio de teorias que afirmam que Kubrick forjou as imagens do Homem na Lua, ou que o filme remete para o holocausto, passando pela existência de um Minotauro a fazer esqui, são muitas - algumas mais mirabolantes que outras - as ideias aqui defendidas.


Room 237 é uma viagem alucinante a uma série de possibilidades que nunca iremos descobrir se são ou não correctas. E aí reside o encanto do documentário de Rodney Ascher. É inevitável que os fãs de Stanley Kubrick não comecem também eles - caso nunca o tenham feito - a criar novas leituras para lá das já conhecidas.

Sem comentários: