Hoje vi(vi) um filme: 8 ½ Festa do Cinema Italiano'14: As Mãos Sobre a Cidade / Le Mani Sulla Città (1963)

terça-feira, 15 de abril de 2014

8 ½ Festa do Cinema Italiano'14: As Mãos Sobre a Cidade / Le Mani Sulla Città (1963)

*7.5/10*

Na tarde de Domingo, dia 13 de Abril, o 8 ½ Festa do Cinema Italiano exibiu uma cópia restaurada em formato digital pela Cineteca Nazionale di Roma do filme Le Mani Sulla Città, de Francesco Rosi. A  estreia mundial deste restauro aconteceu no Festival de Veneza 2013.

Um prédio cai num bairro social de Nápoles. O construtor Eduardo Nottola consegue escapar às responsabilidades graças a esquemas políticos: muda de partido e torna-se responsável da construção civil da Câmara. Le Mani Sulla Città recebeu o Leão de Ouro do Festival de Veneza em 1963.


A crítica à corrupção na política é feroz, deixando os juízos de valor para o espectador. Tenha ele visto o filme no ano da sua estreia ou actualmente vai identificar as mentiras, os jogos de poder, as influências e, quase sempre, o desrespeito pelo eleitorado.

Le Mani Sulla Città é um filme incrivelmente actual e que deixará certamente um sentimento de revolta e indignação na plateia - mais ainda por todos estarem cientes de que aquela ficção é muito mais real do que aparenta. Os interesses económicos parecem estar sempre à frente da segurança e do bem-estar dos cidadãos.


Tecnicamente, Francesco Rosi merece elogios pelo excelente trabalho executado na cena da desmoronamento do prédio, logo ao início do filme, tão credível. Os planos aéreos de Nápoles que iniciam e terminam a longa-metragem de Rosi podem ser uma boa alusão a este título "As Mãos sobre a Cidade" e ao poder que aqueles políticos - independentemente do partido que defendem - têm nas mãos.

Francesco Rosi traz-nos em Le Mani Sulla Città um filme intemporal que merece ser visualizado.

Sem comentários: