Hoje vi(vi) um filme: Já Vi(vi) este Filme, por David Pimenta

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Já Vi(vi) este Filme, por David Pimenta

Já Vi(vi) este Filme
por David Pimenta do Expressividade e Espalha-Factos


O último filme que me marcou foi o Saving Mr. Banks, traduzido para português como Ao Encontro de Mr. Banks. Para os que não sabem, de uma forma resumida, conta a história da escritora Pamela Travers, criadora da Mary Poppins, e da passagem para filme pelos estúdios de Walt Disney. Ao longo de todo o filme somos confrontados com a luta desenfreada da escritora com toda a equipa dos estúdios, incluindo o próprio Disney, para manter a personagem original ao que criou na cabeça. À medida que vemos a luta de Pamela por manter Mary Poppins fiel à história do livro, longe de ser uma ama encantadora que aparece para salvar uma família, começamos a saber também o passado da escritora. Um passado bem longe da boa vida que tem em Londres. Pamela vai recordando, em flashbacks, vários episódios relacionados com a família – especialmente com o pai – que a levaram a escrever o livro sobre Mary Poppins.

Até certo ponto não reparei que estava a ser completamente inundado pelo filme. Entrou em todos os meus sentimentos e também pelas minhas recordações, fazendo-me pensar que talvez lutasse pela originalidade das minhas personagens – caso já tivesse um livro publicado e se alguém o quisesse passar para o cinema. A partir do momento em que vi o amor e fervor da Pamela por manter a Mary Poppins original à sua criação identifiquei-me e passei a viver o Saving Mr. Banks. Viver um filme, para mim, é saber identificar-se com determinados pontos, sentimentos ou situações quer seja um filme de terror ou um filme dramático. Toda a paixão desta escritora levou-me a escolher este filme como um dos que já vivi. Escrever um livro e adquirirem os direitos para o cinema já um universo muito fantasioso para mim, apesar de ser um sonho ou mesmo objetivo para o futuro.

_______

Obrigada pela tua participação, David!