Hoje vi(vi) um filme: Estreias da Semana #229

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Estreias da Semana #229

Esta Quinta-feira chegaram às salas de cinema portuguesas oito novo filmes. A Canção de LisboaFrancofonia e Uma Guerra são algumas das estreias.

A Canção de Lisboa (2016)
Vasco Leitão vive da mesada das tias do Porto que o consideram um aluno cumpridor. Mas Vasco prefere os bares e as mulheres bonitas, em particular Alice, uma rapariga com talento para a música e filha do candidato a Primeiro Ministro, José Caetano. No mesmo dia em que volta a reprovar uma prova oral, recebe um email em que as tias lhe anunciam uma visita a Lisboa...

Código Momentum (2015)
Momentum
Alex é convencida pelo seu antigo parceiro a fazer um último assalto. Depressa fica a saber que caiu numa armadilha. Após uma morte brutal Alex vê-se perseguida por um grupo de assassinos. Cabe-lhe agora descobrir a origem da teia de mentiras por detrás do roubo e os segredos que a tornaram um alvo a abater.

Francofonia (2015)
Em 1940, Paris é uma cidade ocupada. E se, no decorrer dos bombardeamentos, a guerra levasse a Vénus de Milo, a Mona Lisa, a Jangada da Medusa? O que aconteceria a Paris sem o Louvre? Dois homens em lados opostos – Jacques Jaujard, director do Louvre, e o Comandante Franz Wolff-Metternich, chefe da comissão alemã para a protecção das obras de arte em França – aliam-se para preservar os tesouros do museu. Através da narração desta história pouco conhecida, Aleksander Sokurov faz uma reflexão sobre a relação entre a arte, o poder e a cultura.

Maravilhoso Boccaccio (2015)
Meraviglioso Boccaccio
1348, a peste atingiu a cidade de Florença. Um grupo de dez jovens - sete mulheres e três homens - decide revoltar-se contra a sensação de morte iminente.  Deixam Florença e refugiam-se num vila abandonada nas colinas da Toscana. Ali, entre os dilemas morais e as actividades necessárias à sobrevivência, enganam o tempo a contar histórias uns aos outros até decidirem voltar para a cidade. O tom das histórias é variado - trágico, bizarro, cómico, ou erótico - mas comum a todos é a forte presença de mulheres.

Miles Ahead (2016)
No final da década de 70, a meio de uma fascinante carreira na vanguarda da inovação do jazz moderno, Miles Davis (Don Cheadle) afasta-se abruptamente da vida pública. Sozinho e escondido em sua casa, Miles é atormentado por dores crónicas, pela sua voz musical abafada e entorpecida por drogas e medicamentos, e pela mente assombrada por perturbadores fantasmas do passado. Até que Dave Braden (Ewan McGregor), um repórter da Rolling Stone, força Davis a embarcar numa aventura para recuperar a gravação de uma das suas últimas composições, que lhe havia sido roubada anos antes...

O Homem Que Viu o Infinito (2016)
The Man Who Knew Infinity
Após uma infância humilde em Madras, na Índia, Srinivasa Ramanujan Iyengar é admitido na Universidade de Cambridge durante a Primeira Guerra Mundial, onde se torna um pioneiro da teoria matemática sob a orientação do seu professor, G.H. Hardy.

Uma Guerra (2015)
Krigen
O comandante da companhia Claus Michael Pedersen e os seus homens estão estacionados em Helmand, no Afeganistão. Durante uma missão de rotina, alguns soldados ficam bloqueados pelo intenso fogo cruzado do talibãs. A fim de salvar os seus homens, Claus decide fazer algo que lhe poderá valer uma acusação de crime de guerra.

Victoria (2015)
Victoria, uma jovem espanhola, diverte-se na noite berlinense. Encontra quatro rapazes numa discoteca: Sonne, Boxer, Blinker e Fuß. Começam a falar, Sonne e Victoria sentem-se atraídos um pelo outro, mas o romance é interrompido pelos outros. Por causa de uma dívida, acabam por arrastar Victoria para conduzir um carro roubado. O que começa como um jogo acaba por se tornar em algo perigoso. Uma noite, um filme filmado num só plano, de cortar a respiração.

Sem comentários: