Hoje vi(vi) um filme: Estreias da Semana #231

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Estreias da Semana #231

Chegaram esta Quinta-feira às salas de cinema portuguesas sete filmes. A reposição de Barry Lyndon (cópia restaurada) destaca-se numa semana de estreias como Jason Bourne ou Uma Pastelaria em Tóquio.

Altamira (2016)
Corre o ano de 1879. Maria, de nove anos, e o seu pai Marcelino (Antonio Banderas), habitantes da comunidade espanhola de Cantábria, descobrem, por mero acaso, uma caverna com pinturas rupestres que remontam ao Paleolítico Superior. Conchita, a devota mãe de Maria, duvida que selvagens pré-históricos possam ter criado tal beleza, levando a que a Igreja Católica veja a descoberta como uma ameaça. Surge a acusação de que as pinturas são falsas, o que só aumenta a determinação de Marcelino em encontrar a verdade.

Barry Lyndon (1975)
No século XVIII, numa pequena aldeia na Irlanda, o jovem Redmond Barry apaixona-se pela prima, Nora Brady. Quando Nora e a sua família mostram preferência pelo mais abastado capitão britânico John Quin, Barry desafia-o para um duelo. Após vencer o oficial, vê-se forçado a fugir para Dublin, mas é assaltado durante o caminho. Sem outra alternativa, Barry alista-se no exército britânico que se prepara para combater na Guerra dos Sete Anos.

Jason Bourne (2016)
Há quase duas décadas, após lhe dizerem que o pai morreu num atentado terrorista, um jovem soldado ofereceu-se como voluntário para um programa experimental de operações especiais. Disseram-lhe que honraria a família e o país ao desenvolver a níveis inimagináveis o seu intelecto, agilidade e capacidade de combate. Era tudo mentira. Sujeito a um treino brutal de que não tem memória, por parte de pessoas que não consegue identificar, transforma-se em Jason Bourne (Matt Damon), um assassino de elite, uma máquina de guerra no valor de cem milhões de dólares. Mas algo falhou e Bourne mantém alguns traços de humanidade. Acaba por descobrir os segredos por detrás do seu treino e localiza os criadores do projecto. Enquanto tentam eliminá-lo, matam a única mulher que alguma vez amou. Após exercer vingança e ficar a saber tudo sobre a sua verdadeira identidade, Bourne desaparece do mapa. Agora, um novo programa é activado por uma estrutura de poder global ainda mais complexa e perigosa que pretende manipular a informação, o terror e a tecnologia a favor de uma agenda pouco clara. E Jason Bourne reaparece.

Mulheres Procuram-se Para Ir a Casamento (2016)
Mike and Dave Need Wedding Dates
Mike (Adam Devine) e Dave (Zac Efron) são dois irmãos sempre prontos para a festa que colocam um anúncio online a fim de encontrarem raparigas respeitáveis (Anna Kendrick, Aubrey Plaza) que os acompanhem ao casamento da irmã no Havai. Pensando que serão a principal atracção do dia, os rapazes acabam enganados pelas aparentemente respeitáveis raparigas.

Um Homem à Altura (2016)
Un Homme à la Hauteur
Diane (Virginie Efira) é uma mulher bonita, uma advogada brilhante e espirituosa. Acaba de pôr fim a um casamento com o qual estava descontente e está agora livre para encontrar o homem da sua vida. Como não há acasos, recebe uma chamada de um certo Alexandre (Jean Dujardin), que encontrou o telemóvel perdido de Diane. Algo acontece durante a conversa. Alexandre é cortês, engraçado, e culto... Diane sente-se enfeitiçada. Combinam um encontro. Há um problema. Alexandre é um pouco a atirar para o baixo.

Uma Pastelaria em Tóquio (2015)
An
O dono de uma pequena loja que serve pastéis recheados de pasta de feijão aceita com relutância a ajuda de uma velha senhora que rapidamente demonstra possuir umas mãos mágicas.

Vencer a Qualquer Preço (2015)
The Program
Um jornalista desportivo irlandês convence-se de que as vitórias de Lance Armstrong na Volta à França são conseguidas com a ajuda de substâncias proibidas. Com esta convicção, começa a caçar indícios que irão expor o ciclista.

1 comentário:

Os Filmes de Frederico Daniel disse...

Mulheres Procuram-se Para Ir a Casamento: 5*

Este é um dos melhores filmes de comédia que vi recentemente, está repleto de boa comédia.

Cumprimentos, Frederico.