Hoje vi(vi) um filme: MONSTRA'17: Os vencedores

segunda-feira, 27 de março de 2017

MONSTRA'17: Os vencedores

A Minha Vida de Courgette e É preciso que Eu Diminua são dois dos vencedores da 16.ª edição da MONSTRA. Os galardoados foram anunciados na cerimónia de encerramento do Festival de Animação de Lisboa, no Sábado, 25 de Março, no Cinema São Jorge.

O Grande Prémio MONSTRA foi para A Minha Vida de Courgette (este ano nomeado para o Oscar de Melhor Filme de Animação), de Claude Barras, que esteve na capital para apresentar o filme. O júri destacou a "sua sensibilidade e sua capacidade de expressar o espírito das crianças, através de um trabalho de uma animação subtil", considerando-o "um filme bonito e poético". Na mesma categoria, A Minha Vida de Courgette recebeu também o Prémio do Público.


Na competição portuguesa, o videoclip do músico Samuel Úria, realizado por Pedro Serrazina, É Preciso que Eu Diminua, recebeu o Prémio de Melhor Filme Português - Prémio SPA | Vasco Granja, "pela qualidade da relação entre a animação e o som, pela qualidade do movimento da câmara e pelo desenho, relação de contraste e metáforas visuais".

Na competição de curtas-metragens, o filme francês Periferia, de David Coquart-Dassault, recebeu o Grande Prémio MONSTRA CURTA. Na secção Curtíssimas, os vencedores foram A Lenda de Stingy Jack, de Andreia Reisinho Costa na categoria nacional, e Circuito de Bicicleta, de Jasmijn Cedee (Bélgica) na internacional.

Na Competição de Estudantes, o filme japonês Olha Apenas para Mim, de Tomoki Misato, venceu o prémio para Melhor Curta de Estudantes, e Lugar em Parte Nenhuma, de Bárbara de Oliveira e João Rodrigues, foi o melhor filme entre os estudantes nacionais.

O Grande Prémio Monstrinha foi para o filme russo Amoras, de Polina Minchenok, pela sua "narrativa enternecedora, complementada pela riqueza do detalhe, a emoção de mãos dadas com a animação".

Nas longas-metragens, o norueguês Ludovigo e Luca – A Grande Corrida do Queijo foi considerado Melhor Filme para a Infância e Juventude, Window Horses – A Epifania Poética Persa de Rosie Ming de Ann Marie Fleming recebeu uma Menção Honrosa e Louise à Beira-Mar, de Jean-François Laguionie, conquistou o Prémio Especial do Júri.

A lista completa de vencedores pode ser consultada aqui. A 16.ª edição da MONSTRA começou no dia 16 de Março e terminou este Domingo, dia 26.

Sem comentários: