Hoje vi(vi) um filme: Estreias da Semana #270

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Estreias da Semana #270

Cinco filmes chegaram às salas de cinema portuguesas na passada Quinta-feira. 

Bailarina (2016)
Ballerina
Paris, 1879. Uma órfã foge da zona rural onde vive e dirige-se a Paris para seguir o sonho de se tornar bailarina. Faz-se passar por outra pessoa e consegue ser aceite como aluna na Grand Opera.

Brazil - O Outro Lado do Sonho (reposição) (1985)
Brazil
Um homem comum e sonhador dá consigo enredado nos mecanismos tortuosos de uma burocracia de pesadelo.

Fátima (2017)
Em maio de 2016, um grupo de onze mulheres parte de de Vinhais, Trás-os-Montes, no extremo norte de Portugal, em peregrinação a Fátima. Ao longo de nove dias e 400 quilómetros, atravessam meio país em esforço e sacrifício para cumprir as suas promessas. O cansaço extremo fragiliza os ânimos, perdem o controlo das aparências e deixam cair as máscaras. A dor, as limitações físicas e a vulnerabilidade levam-nas a momentos de ruptura. Revelam-se então as suas identidades e motivações mais profundas. Chegadas a Fátima, cada uma terá que reencontrar o seu próprio caminho para a redenção.

Guardiões da Galáxia Vol. 2 (2017)
Guardians of the Galaxy Vol. 2
Prosseguem as aventuras do grupo de marginais intergalácticos enquanto atravessam os limites do cosmos. Os Guardiões lutam por manter a sua família recém-descoberta unida, enquanto se empenham em desvendar o mistério do verdadeiro parentesco de Peter Quill. Antigos inimigos tornam-se aliados e as personagens favoritas das bandas desenhadas clássicas irão ajudar os heróis.

O Círculo (2017)
The Circle
A jovem Mae (Emma Watson), perita em tecnologias de informação, aceita um novo emprego na poderosa The Circle, a maior empresa de tecnologia e redes sociais do mundo. Mae encara esta ocasião como a oportunidade da sua vida e, à medida que sobe na hierarquia, é encorajada por Eamon Bailey (Tom Hanks), fundador da The Circle, a participar numa experiência inovadora que força os limites da privacidade, ética e até da liberdade pessoal. Em pouco tempo, Mae apercebe-se de que a sua participação na experiência e cada decisão que toma começa a afectar a vida e o futuro da sua família, dos amigos e mesmo da humanidade.

Sem comentários: