Hoje vi(vi) um filme: MOTELx'13: Prémio Yorn MOTELx 2013 - Vencedor e Menção Especial

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

MOTELx'13: Prémio Yorn MOTELx 2013 - Vencedor e Menção Especial

O que é bom acaba depressa, já diz o ditado. Ao fim de 5 dias cheios de terror, o MOTELx despediu-se ontem de Lisboa com casa cheia. A Sessão de Encerramento deu a conhecer a curta-metragem vencedora do Prémio Yorn MOTELx 2013 - onde houve igualmente espaço para uma menção especial -, a que se seguiu a projecção do filme de encerramento: You're Next.


O Coveiro, de André Gil Mata, foi o vencedor do Prémio Yorn MOTELx 2013, pela “sua concepção extraordinariamente poética, cumprindo o melhor da tradição literária do horror evidenciados numa narração ímpar, a sua composição técnica irrepreensível e de grande originalidade e a criação de uma história sobre marginais redimidos pelo amor e as estranhas criaturas da noite que povoam as trevas, esta proposta que combina o maravilhoso, o onírico e o horror”, explicou o júri. Além deste prémio, Nuno Markl, Safaa Dib e Thierry Phlips distinguiram Desespero, de Rui Pilão, com uma menção especial, pela estruturação dos elementos da história e pelo modo perturbante como expõe um lar enlouquecido pelo desemprego do pai de família.
  


Nomeados para o único galardão do MOTELx estavam também os filmes Bílis Negra, de Nuno Sá Pessoa, Hair, de João Seiça, A Herdade dos Defuntos, de Patrick Mendes, Longe do Éden, de Carlos Amaral, O Monstro, de Alex Barone, Nico – A Revolta, de Paulo Araújo e Sara, de Miguel Ângelo.

Sem comentários: