segunda-feira, 8 de agosto de 2022

MDOC - Festival Internacional de Documentário de Melgaço 2022: Vencedores

Já são conhecidos os vencedores da 8.ª edição do MDOC - Festival Internacional de Documentário de Melgaço. Four Seasons in a Day, de Annabel VerbekeNo Táxi de Jack, de Susana Nobre, e Heza, de Derya Deniz, são alguns dos vencedores de 2022.

 
Eis a lista completa de premiados:

PRÉMIO JEAN-LOUP PASSEK PARA MELHOR CURTA-METRAGEM DE DOCUMENTÁRIO
Subtotals, Mohammadreza Farzad

Menção Honrosa
In Flow of WordsEliane Esther Bots
 
PRÉMIO JEAN-LOUP PASSEK PARA MELHOR LONGA-METRAGEM DE DOCUMENTÁRIO
Four Seasons in a Day, Annabel Verbeke 

PRÉMIO JEAN-LOUP PASSEK PARA MELHOR DOCUMENTÁRIO PORTUGUÊS
No Táxi de Jack, Susana Nobre

Menção Honrosa
Alcindo, Miguel Dores

PRÉMIO JEAN-LOUP PASSEK PARA MELHOR CARTAZ DE CINEMA
Comezainas, Mafalda Salgueiro

Menção Honrosa
Sycorax, Lois Patiño e Matías Piñeiro, Designer: Dani Sanchis

PRÉMIO D. QUIXOTE PARA MELHOR CURTA-METRAGEM DE DOCUMENTÁRIO
In Flow of Word, Eliane Esther Bots

PRÉMIO D. QUIXOTE PARA MELHOR LONGA-METRAGEM DE DOCUMENTÁRIO
Heza, Derya Deniz

Mais informações em http://mdocfestival.pt/pt/.

domingo, 7 de agosto de 2022

Sugestão da Semana #520

Das estreias passada Quinta-feira, a Sugestão da Semana destaca Men, o novo filme de Alex Garland, com Jesse Buckley no papel principal.

MEN


Ficha Técnica:
Título Original: Men
Realizador: Alex Garland
Elenco: Jessie Buckley, Rory Kinnear, Paapa Essiedu, Gayle Rankin, Sarah Twomey, Zak Rothera-Oxley, Sonoya Mizuno
Género: Drama, Fantasia, Terror
Classificação: M/16
Duração: 100 minutos

sábado, 6 de agosto de 2022

Doclisboa 2022 revela primeiras confirmações com Werner Herzog, Maria Augusta Ramos e o legado de Pina Bausch

Foram reveladas as primeiras confirmações do programa do 20.º Doclisboa. Werner Herzog, Maria Augusta Ramos e o legado de Pina Bausch são alguns dos destaques agora anunciados.

Dancing Pina, Florian Heinzen-Ziob

Da secção Heart Beat, há cinco títulos revelados. DIO: Dreamers Never Die, de Don Argott e Demian Fenton, aborda a vida e obra do vocalista Ronnie James Dio, "um dos nomes maiores da história do Heavy Metal, pelos testemunhos da família e amigos mais próximos, cruzados com imagens de arquivo"; Dreaming Walls, de Amélie van Elmbt e Maya Duverdier, conta a história do "Hotel Chelsea, lar de tantos artistas, cineastas e músicos nos anos 60, como Patti Smith, Leonard Cohen ou Stanley Kubrick, e que vê o seu futuro comprometido com as transformações mais recentes que atravessam a cidade de Nova Iorque"; Still Working 9 to 5, de Camille Hardman e Gary Lane, revisita o filme 9 to 5, com Jane Fonda, Dolly Parton e Lily Tomlin, e "debate as lutas pela igualdade de género e discriminação laboral no contexto norte-americano, do final dos anos 70 ao movimento Me Too"; O Que Podem as Palavras, de Luísa Sequeira e Luísa Marinho, "coloca as escritoras portuguesas Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa em diálogo, enquanto reflectem sobre o processo criativo e o impacto da singular obra literária Novas Cartas Portuguesas nas suas vidas e no movimento feminista no contexto internacional"; e Dancing Pina, de Florian Heinzen-Ziob, "acompanha os ensaios de duas companhias de dança que interpretam uma obra de Pina Bausch", numa homenagem à coreógrafa.

The Fire Within: Requiem for Katia and Maurice Krafft, Werner Herzog

Também a secção Da Terra à Lua tem já cinco obras confirmadas: The Fire Within: Requiem for Katia and Maurice Krafft, de Werner Herzog, "uma elegia ao casal de vulcanologistas franceses, construída a partir do seu extenso arquivo de imagens registadas ao longo do seu trabalho de uma vida a captar a essência dos vulcões em actividade"; To the End, de Rachel Lears, que "acompanha quatro activistas ambientais, incluindo a Congressista Alexandria Ocasio-Cortez, na proposta do Green New Deal para reduzir as emissões carbónicas e reformular a economia nos Estados Unidos"; Amigo Secreto, de Maria Augusta Ramos, "segue o caso de investigação jornalística 'Vaza Jato', levado a cabo pela equipa do The Intercept, numa reflexão sobre os eixos político, jurídico e o papel ético da imprensa"; Adeus, Capitão, de Vincent Carelli e Tatiana Almeida, faz "o retrato póstumo de Krohokrenhum, líder indígena e figura central de resistência do povo Gavião, no interior do estado do Pará"; e Everything Will Be Ok, de Rithy Panh, "que parte da construção de um futuro distópico para analisar a história do totalitarismo e da democracia"Maria Augusta RamosVincent Carelli e Rithy Panh vão marcar presença no festival. 

O Doclisboa 2022 regressa de 6 a 16 de Outubro. Mais informações em https://doclisboa.org/2022/.

quinta-feira, 4 de agosto de 2022

Estreias da Semana #520

Esta Quinta-feira, chegam aos cinemas portugueses cinco novos filmes. No streaming, também se contam algumas estreias.

Bullet Train: Comboio Bala (2022)
Bullet Train
Ladybug (Brad Pitt), um assassino conhecido pelo seu enorme azar, embarca no comboio bala que atravessa o Japão, entre Tóquio e Morioka, com apenas algumas paragens pelo meio. Determinado a efetuar calmamente o seu trabalho, descobre que está a bordo um grupo de adversários mortais vindos de todo o mundo. Ameaçado em várias frentes, Ladybug tem de congeminar uma forma de bater o seu azar e sair vivo desta viagem.

Men (2022)
Na sequência de uma tragédia pessoal, Harper (Jessie Buckley) retira-se sozinha para uma bela zona rural inglesa, esperando ter encontrado um lugar onde possa recuperar. Mas alguém, ou algo dos bosques circundantes, parece persegui-la. O que começa como um pavor latente torna-se um pesadelo formado, habitado pelas suas memórias e medos.

Mulher de Um Espião (2020)
Supai no Tsuma / Wife of a Spy
Kobe,1940. Na noite que antecede o início da Segunda Guerra Mundial, o comerciante Yusaku Fukuhara sente que se avizinha um futuro perturbador. Deixa a mulher Satoko e viaja para a Manchúria, onde será testemunha de um acto bárbaro que pretende denunciar. Entretanto, Satoko é procurada por um polícia, amigo de infância, que lhe conta que uma mulher, que o marido trouxe da Manchúria, morreu. Satoko, dilacerada pelo ciúme, confronta o marido. Mas quando descobre as verdadeiras intenções de Yusaku, faz o impossível para garantir a sua segurança e felicidade.

O Meu Verão em Provença (2022)
Le temps des secrets
Marselha, julho de 1905. O jovem Marcel Pagnol terminou a escola primária. Em três meses, entrará no liceu e começará o ensino secundário. Três meses... uma eternidade quando se está prestes a entrar na adolescência. Vem aí o tempo das férias grandes e Marcel anseia pelo regresso às suas queridas colinas de Aubagne e Allauch, na Provença. Aí encontra a natureza, amplos espaços abertos e, sobretudo, a sua amiga Lili, sempre pronta a partilhar novas aventuras, numa época em que a vida despreocupada dá lugar aos segredos.

Que a Festa Comece (2022)
Easter Sunday
Uma família junta-se para celebrar o domingo de Páscoa.

Apple TV +

Estreia a 5 de Agosto:

Luck (2022)
A história de Sam Greenfield, a pessoa mais azarada do mundo. Quando descobre a Terra da Sorte, Sam tenta convencer as criaturas mágicas que lá vivem a mudar a sua fortuna.

Disney +

Estreia a 5 de Agosto:

O Predador: Primeira Presa (2022)
Prey
Nas Grandes Planícies, em 1719, nos territórios da nação Comanche na América do Norte, a jovem Naru, uma guerreira hábil e feroz, foi criada na sombra de alguns dos mais lendários caçadores que passaram pelas grandes planícies. Quando o seu acampamento é ameaçado, Naru tudo faz para proteger a sua tribo. Mas a presa que persegue e acaba por enfrentar, revela-se um predador alienígena com um arsenal tecnicamente avançado, o que resulta num confronto violento e aterrador entre os dois adversários.

Amazon Prime Video

Estreia a 5 de Agosto:

Thirteen Lives (2022)
Baseado em factos reais, Thirteen Lives narra a história do esforço internacional para resgatar uma equipa de futebol tailandesa que ficou presa na gruta Tham Luang após uma tempestade inesperada. Enfrentando enormes dificuldades, equipas de mergulhadores, capazes de navegar pelo labirinto de estreitas passagens e túneis inundados na gruta, une forças com as autoridades tailandesas e mais de 10 mil voluntários para tentar um angustiante resgate dos 12 rapazes e do treinador.

quarta-feira, 3 de agosto de 2022

FUSO - Festival Internacional de Videoarte de Lisboa regressa aos jardins e claustros dos museus de 23 a 28 de Agosto

A 14.ª edição do FUSO - Festival Internacional de Videoarte de Lisboa está de regresso de 23 a 28 de Agosto com sessões de videoarte gratuitas e ao ar livre nos jardins e claustros dos museus da capital.

Serão exibidas 38 obras de videoarte na Praça do Carvão do MAAT, claustro do Museu da Marioneta, jardim do MNAC, Castelo de São Jorge, Palácio Sinel de Cordes e NowHere.

 O FUSO 2022 "mostra obras em vídeo que cruzam as artes plásticas, a performance, o cinema, a literatura e os meios digitais, propondo uma nova abertura à imagem em movimento do século XXI". As obras são selecionadas e apresentadas por curadores nacionais e internacionais: Jean-François ChougnetPaul Goodwin, Benjamin WeilLeonor NazaréAna Rito Lori Zippay

Esta 14.ª edição do evento segue a temática Resiliência. Esperança. Comunidade., que serve de guia às obras e conversas. No dia 23 de Agosto, no espaço NowHere, vai realizar-se uma tertúlia moderada por Isabel Nogueira, historiadora e crítica de arte contemporânea, professora e autora de vários livros e ensaios, tendo como ponto de partida o tema do FUSO de 2022.

Programas curatoriais

O FUSO desafiou quatro curadores a programar obras que reflitam a temática do festival. No final das sessões, terão lugar conversas em torno do tema, moderadas pelo jornalista Vitor Belanciano.

O curador britânico Paul Goodwin programou a sessão de 25 de Agosto, intitulada Nós ser o outro: para uma poética do relacionamento, com uma selecção de cinco obras de Haroon Mirza, da artista luso-angolana Mónica de Miranda, Alia Syed e Remy Jungerman.

No dia 26 de Agosto é exibido, no Palácio Sinel de Cordes, o programa dos curadores Benjamin Weil e Leonor Nazaré, A Utopia da Paz - Filmes da Colecção CAM, Gulbenkian, que inclui obras da artista Susana GaudêncioMaria Lusitano, Daniel Barroca, Salomé Lamas e Jan Fabre.

O Castelo de São Jorge recebe uma sessão de videoarte no dia 27 de Agosto, programada por Ana Rito e intitulada Magical World, com obras de Caetano Dias, Johanna Billing, José Maçãs de Carvalho, Juliana Julieta, Pierre Coulibeuf e da dupla Cao Guimarães e Rivane Neuenschwander.

O último dia do FUSO, 28 de Agosto, tem lugar no Museu da Marioneta, com a curadora norte-americana Lori Zippay a programar uma sessão especial em homenagem a Joan Jonas, artista norte-americana, cuja obra engloba filmes, vídeos, instalações e performances. Pioneira da videoarte e do cinema experimental, desde meados dos anos 1960 que Jonas é uma "figura central do movimento das artes performativas, criando obras que integram elementos da dança, do teatro moderno, das artes visuais e das convenções do teatro japonês Noh e Kabuki". Este programa inclui dois dos seus primeiros filmes, Wind (1968) e Songdelay (1973) e registos da sua performance de 1973, Organic Honey’s Vertical Roll, na Galeria Leo Castelli, bem como o vídeo de 2003, Waltz, raramente exibido.

Wind (1968), Joan Jonas

Programa paralelo - Ar.Co e Prémios FUSO

O programa apresentado pelo Ar.Co - Centro de Arte e Comunicação, para edição este ano do FUSO é apresentado também no dia 28 e reúne uma selecção de quatro trabalhos realizados pelos alunos do Curso de Cinema/Imagem em Movimento. Nestes filmes, "a ideia de comunidade é estranhamente atravessada por espaços contaminados pela solidão".

O FUSO promove o único concurso de videoarte em Portugal com atribuição de dois prémios: Prémio Aquisição Fundação EDP / MAAT (para a melhor obra eleita pelo júri presidido por Margarida Chantre)  e Prémio Incentivo Ar.Co (atribuído pelo público). Os vídeos da open call serão exibidos no dia 24 de Agosto no MAAT e estarão na corrida para os dois prémios. Os vencedores serão conhecidos na sessão de encerramento do festival, a 28 de Agosto, no Museu da Marioneta, em Lisboa.

Mais informações em www.fusovideoarte.com.

CALENDÁRIO

NowHere

23 de Agosto | 18h30

Tertúlia com Isabel Nogueira sobre o tema Resiliência. Esperança. Comunidade.

Música com o trio DJ Mão na Anca - Isabel Nogueira, Raquel Castro e Patrícia Barnabé e cocktail de confraternização


MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia

24 de Agosto | 22h00

Programa Jean-François Chougnet (FR): Open Call - vídeos seleccionados a concurso

 

MNAC - Museu Nacional de Arte Contemporânea

25 de Agosto | 22h00

Programa Paul Goodwin (UK): Nós ser o outro: para uma poética do relacionamento

Moderador: Vítor Belanciano

 

Palácio Sinel de Cordes 

26 de Agosto | 22h00

Programa Benjamin Weil (FR) e Leonor Nazaré (PT): A Utopia da Paz - Filmes da Coleção CAM, Gulbenkian

Moderador: Vítor Belanciano

 

Castelo de São Jorge – Castelejo

27 de Agosto | 22h00

Programa Ana Rito (PT): Magical World

Moderador: Vítor Belanciano


Museu da Marioneta

28 de Agosto | 22h00

Programa Lori Zippay (EUA): Joan Jonas: Performance / Filme / Vídeo

Programa Ar.Co - Centro de Arte e Comunicação: Fora do Lugar - mostra de obras dos alunos do curso de Cinema / Imagem em Movimento do Ar.Co

Cerimónia de Entrega de Prémios da Open Call

Cineclubes de Tavira, Setúbal, Santarém, Torres Novas, Tomar, Viseu e Famalicão com sessões de cinema ao ar livre em Agosto

Em Agosto, há vários Cineclubes pelo país com sessões de cinema ao ar livre. Fica a listagem das datas, filmes e locais de exibição em Tavira (já anunciado), Setúbal, Santarém, Torres Novas, Tomar, Viseu e Famalicão.

CINECLUBE DE TAVIRA

5 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

EVERYTHING EVERYWHERE ALL AT ONCE, Dan Kwan & Daniel Scheinert, EUA, 2022, 132’ M/14

 

6 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

A CHIARA, Carpignano, IT/FR, 2021, 121’, M/12

 

7 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

PERANTE O TEU ROSTO, Hong Sang-soo, KR, 2021, 85’ M/14

 

12 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

COMÍCIOS DE AMOR, Pier Paolo Pasolini, IT, 1964, 92’ M/12

(Centenário Pasolini)

 

13 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

EMA, Pablo Larraín, CL, 2019, 124’ M/16

 

14 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

PETITE MAMAN, Céline Sciamma, FR, 2021, 72’ M/12

 

19 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

LINGUI, Mahamat Saleh Haroun, FR/Chad/BL, 2021, 87’ M/14

 

20 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

LA ODISEA DE LOS GILES, Sebastián Borensztein, AR, 2019, 116’ M/12

 

21 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

VACA, Andrea Arnold, RU, 2021, 94’ M/12 

 

26 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

PASSARINHOS E PASSARÕES, Pier Paolo Pasolini, IT, 1966, 89’ M/12

 (Centenário Pasolini)

 

27 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

LA CAJA, Lorenzo Vigas, MX, 2021, 90’, M/12 

 

28 AGO

22ª Edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira

Claustros do Convento do Carmo, Tavira | 21h30

ÁGUAS DO PASTAZA, Inês T. Alves, PT, 2022, 61’, M/12

 

50 CUTS - SETÚBAL

19 AGO

Cinema na Rua

Jardim de Monte Belo, Setúbal | 21h30 

COMO NOSSOS PAIS, Laís Bodanzky, BR, 2017, 102’, M/12


20 AGO

Cinema na Rua

Anfiteatro da Junta Freguesia das Pontes / Gâmbia e Alto da Guerra, Setúbal | 21h30

TUDO ISTO É FADO, Luís Galvão Teles, PT, 2004, 97’, M/12


27 AGO

Cinema na Rua

Azeitão / Rossio, Setúbal | 21h30 

O GAROTO DE CHARLOT, C. Chaplin, EUA, 1921, 68’, M/6

 

CINECLUBE DE SANTARÉM

3 AGO

Cinema na Rua

Piscinas do Sacapeito, Santarém | 22h00

BILLIE, James Erskine, GB, 2019, 98’, M/12


10 AGO

Cinema na Rua

Piscinas do Sacapeito, Santarém | 22h00

PIAZZOLA - OS ANOS DO TUBARÃO, Daniel Rosenfeld, ARG/FRA, 2018, 90’


17 AGO

Cinema na Rua

Piscinas do Sacapeito, Santarém | 22h00

MARIA BY CALLAS, Tom Volf, FRA, 2017, 113’, M/12


24 AGO

Cinema na Rua

Piscinas do Sacapeito, Santarém | 22h00

A DOIS PASSOS DO ESTRELATO, Darlene Love, Merry Clayton, Lisa Fischer, EUA, 2013, Cores, 91’, M/12


31 AGO

Cinema na Rua

Piscinas do Sacapeito, Santarém | 22h00

ALDINA DUARTE - PRINCESA PROMETIDA, Manuel Mozos, POR, 2009, 60’

 

CINECLUBE DE TORRES NOVAS

6 AGO

Cinema Ao Livre

Jardim das Rosas, Torres Novas | 21h30

KOATI - A AVENTURA NA SELVA, Rodrigo Perez-Castrore, EUA/MEX, 2021, 82 min, M/6 (V.P.) 

 

13 AGO

Cinema Ao Livre

Jardim das Rosas, Torres Novas | 21h30

O MEU AMIGO É NINJA, Thorbjørn Christoffersen e Anders Matthesen, DIN, 2018, 83 min, M/12 (V.P.)

 

20 AGO

Cinema Ao Livre

Jardim das Rosas, Torres Novas | 21h30

UGLYDOLLS - ALTAMENTE IMPERFEITOS, Kelly Astbury, CAN/EUA/China, 2019, 87 min, M/6 (V.P.)

 

CINECLUBE DE TOMAR

3 AGO

Ar Livre – Cinema nas Piscinas, Tomar | 21h30

TIMONEIRO, Majid Esmaeli-Parsa, Irão, 2015, 86’, M/12


10 AGO

Ar Livre – Cinema nas Piscinas, Tomar | 21h30

PERANTE O TEU ROSTO, Hong Sang-soo, Coreia do Sul, 2021, 86’ M/14


17 AGO

Ar Livre – Cinema nas Piscinas, Tomar | 21h30

EU, DANIEL BLAKE, Ken Loach, GB/FR/BEL, 2016, 100’, M/12


24 AGO

Ar Livre – Cinema nas Piscinas, Tomar | 21h30

ORGIAS DE PRAGA, Irena Pavlásková, Rep. Checa, 2019, 103’, M/14


31 AGO

Ar Livre – Cinema nas Piscinas, Tomar | 21h30

O IMPERADOR DESCALÇO, Peter Brosens e Jessica Woodworth, BEL, 2019, 98’, M/12

 

CINE CLUBE DE VISEU

24 AGO

Feira de São Mateus, Viseu | 21h30

RESISTÊNCIA, Jonathan Jakubowicz, GB/EUA/ALE/FRA, 2020, 120’, M/14


25 AGO

Feira de São Mateus, Viseu | 21h30

MUNDO JURÁSSICO: O DOMÍNIO, Colin Trevorrow, EUA, 2022, 146’, M/12

 

 

CINECLUBE DE JOANE

3 AGO

Cinema Paraíso – Ar Livre

Parque da Devesa, Famalicão | 22h00

TOP GUN: MAVERICK, Joseph Kosinski


10 AGO

Cinema Paraíso – Ar Livre

Parque da Devesa, Famalicão | 22h00

BELLE, Mamoru Hosoda


17 AGO

Cinema Paraíso – Ar Livre

Parque da Devesa, Famalicão | 22h00

CONTO DE VERÃO, Eric Rohmer

terça-feira, 2 de agosto de 2022

CineEco 2022: De 8 a 15 de Outubro em Seia

A 28ª edição CineEco - Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela acontece entre 8 e 15 de Outubro, em Seia. A selecção oficial do evento conta com 70 filmes.

Entre as temáticas presentes no programa desta edição estão "novas ‘pandemias’, doenças emergentes, fraudes alimentares, pecuária sustentável, luta de povos nativos", entre outras.

Taming the Garden, de Salomé Jashi

Na Competição Internacional de Longas-Metragens contam-se 11 documentários, entre os quais está EO, de Jerzy Skolimowski, uma adaptação do clássico de Robert Bresson, Au Hasard Balthazar. Da Papua Nova Guiné, chega 140 km à l'ouest du paradis, de Céline Rouzet, sobre “tribos locais presas entre rivalidades de clãs, políticos corruptos e multinacionais aparentemente cínicas”Taming the Garden, de Salomé Jashi, convida a  acompanhar a viagem de "uma árvore centenária transplantada, que atravessa o mar Negro para viver o resto dos seus dias no jardim particular do excêntrico milionário e ex-primeiro-ministro da Geórgia"; Aya, de Simon Gillard, segue o dilema de uma menina "confrontada com a inevitabilidade – abandonar a ilha de Lahou, na Costa do Marfim, devido à subida do nível da água do mar"; do Brasil chega a luta dos Yanomami em A Última Floresta, de Luiz Bolognesi, e A Serra do Roncador ao Poente, de Armando Lacerda, que mostra a "arte rupestre dos clãs Xavante, os guardiões da Serra, que materializam os espíritos que os defendem quando “a civilização” se rebela contra eles e as suas terras".

Devil Put the Coal in the Ground, de Peter Hutchinson e Lucas Sabean, retrata, do ponto de vista dos nativos da Virginia Ocidental, "o sofrimento e a devastação provocada pela indústria do carvão, a economia em colapso na , as feridas provocadas pela epidemia dos opiáceos, a pobreza, a degradação ambiental e o desaparecimento dos Apalaches"; junta-se ainda, na competição internacional, La Fabrique des Pandémies, de Marie-Monique Robin, que viaja pela Ásia, América e África na companhia de Juliette BinocheAmuka, l'éveil des paysans congolais, de Antonio Spanò, acompanha "os 'ceifeiros da esperança', os agricultores da República Democrática do Congo que lutam diariamente contra inimigos invisíveis"; de Espanha, chegam dois documentários ao Cine Eco, Pedra I Oli (Stone and Oil), de Àlex Dioscorides, "sobre o desaparecimento do olival de montanha, na Serra de Tramuntana em Maiorca, e o abandono do trabalho do campo", e Ganado o Desierto (Livestock Or Desert), de Francisco Vaquero Robustillo, que "retrata o papel do gado na regeneração das pastagens, dos solos, das florestas e da água e documenta o papel do maneio e a pecuária sustentável como solução para o restauro dos ecossistemas e economias rurais".

A Competição Internacional de Curtas Metragens conta com 26 documentários e filmes de ficção; a categoria Séries e Reportagens Televisivas integra 11 obras "sobre temáticas tão diversas como a agricultura intensiva, fraude alimentar, novas oportunidades da agricultura sustentável, educação ecológica subaquática, o degelo, o papel das abelhas"; já na Competição de Longas-Metragens em Língua Portuguesa estão na corrida quatro filmes de Portugal e Brasil; na Competição de Curtas Metragens concorrem 13 títulos e na Competição Panorama Regional, estão a concurso cinco trabalhos.

O CineEco 2022 tem como programadores Cláudia Marques Santos, Tiago Fernandes Alves e Daniel Oliveira.

Mais informações em www.cineeco.pt.