domingo, 4 de dezembro de 2022

Sugestão da Semana #537





Ficha Técnica:
Título Original: Heojil kyolshim / Decision to Leave
Realizador: Park Chan-wook
Elenco: Tang Wei, Park Hae-il, Lee Jung-hyun, Go Kyung-pyo, Park Yong-woo
Género: Crime, Drama, Mistério, Romance
Classificação: M/14
Duração: 139 minutos

quinta-feira, 1 de dezembro de 2022

Estreias da Semana #537

Esta Quinta-feira, chegam aos cinemas portugueses oito novos filmes. Decisão de Partir, O Menu e Ossos e Tudo são alguns dos títulos em destaque. Que tal aproveitar o feriado para ir ao cinema?

Um homem cai do pico de uma montanha e morre. O detective responsável, Hae-joon, conhece Seo-rae, esposa do falecido. A morte do marido não parece perturbá-la. Face ao comportamento tão atípico de um familiar enlutado, a polícia considera-a suspeita. Hae-joon interroga Seo-rae e decide vigiá-la. À medida que a observa sente-se cada vez mais interessado nela.

Noite Violenta (2022)
Violent Night
Na véspera de Natal, uma equipa de mercenários invade a propriedade de uma abastada família e toma-os como reféns. No entanto, o grupo não está preparado para um lutador surpresa – o Pai Natal está em casa e prepara-se para mostrar que este Nicolau, afinal, não é nenhum santo.

O Clube dos Anjos (2020)
Ao longo dos anos, as reuniões mensais do Clube do Picadinho, confraria que há décadas reúne sete amigos de longa data, passaram de rituais de poder a melancólicas assembleias de fracassados e de promessas não cumpridas. O fim seria o seu único destino digno até à chegada de um talentoso e misterioso cozinheiro que lhes serve magníficos banquetes. Os laços de amizade estão de volta, é a gula como celebração da vida... e da morte. Baseado na obra de Luís Fernando Veríssimo.

O Menu (2022)
The Menu
O casal Margot e Tyler viaja até uma ilha junto à costa noroeste do Pacífico para comer num célebre restaurante onde o mundialmente celebrado chef Julian Slowik preparou um luxuoso menu de degustação para um restrito grupo de convidados. Presentes estão também três jovens ligados à área da tecnologia, Bryce, Soren e Dave, um casal mais velho, Anne e Richard, clientes habituais, a famosa crítica gastronómica Lillian Bloom e o seu editor Ted, e uma estrela de cinema de meia-idade com a sua assistente pessoal, Felicity. Recebidos por um grupo de empregados liderado pela autoritária Elsa, a noite desenrola-se num crescendo de tensão em cada mesa, à medida que se revelam segredos e surpreendentes pratos são servidos. Uma sucessão de acontecimentos violentos começa a agitar os comensais e torna cada vez mais evidente que o elaborado menu do chef Slowik foi concebido para provocar um final chocante.

O Trio em Mi Bemol (2022)
Jorge está a fazer um filme em torno de Le Trio en Mi Bemol, a única peça de teatro escrita por Éric Rohmer: Adélia e Paul divorciaram-se há algum tempo. Um dia, ela faz-lhe uma visita. Ao longo desse ano, encontram-se sete vezes. Para Jorge, o realizador, "volta e meia tem que passar a vassoura por cima de todas as coisas, e tudo tem que ser espanado para voltar a ser dito de novo", mesmo que ele não saiba porquê.

Ossos e Tudo (2022)
Bones and All
Abandonada pelo pai, a jovem Maren aprende a sobreviver durante uma longa viagem pelas estradas secundárias da América dos anos Reagan, onde conhece Lee, um vagabundo inadaptado. Apesar dos esforços, os caminhos de ambos continuam a levá-los a um passado aterrador e a um presente que irá determinar se o amor que sentem um pelo outro pode sobreviver à singularidade dos seus desejos.

Poker Face (2022)
Jake, um bilionário da área da tecnologia, reúne os amigos de infância na sua propriedade de Miami para o que se transforma num jogo de póquer de alto risco. Os convidados têm uma relação de amor e ódio com o anfitrião que concebeu um esquema elaborado para levar uma certa justiça a todos eles. Jake encontra-se a repensar a sua estratégia quando a mansão é tomada por um perigoso invasor conhecido pelos seus golpes anteriores que acabaram todos em homicídio e fogo posto.

Polícia Mauzão, Polícia Bonzão (2022)
Leynilögga / Cop Secret
Quando Bússi, o polícia mais duro da Islândia, é forçado a trabalhar com um novo parceiro para resolver uma série de assaltos a bancos, a pressão para encerrar o caso o mais depressa possível revela-se demasiada para ele.

Amazon Prime Video

Estreia a 2 de Dezembro:

Your Christmas or Mine? (2022)
Os estudantes Hayle e James são jovens e estão apaixonados. Depois de se despedirem um do outro para as férias de Natal numa estação de comboios de Londres, ambos tomam a decisão de trocar os comboios e fazerem uma surpresa ao outro. Mas, eles não fazem ideia de que acabaram de trocar de Natal.

Mañana es hoy (2022)
Verão de 1991. A família Gaspar começa as suas férias na praia, mas, após discutir com o pai, Lucía, a filha adolescente, decide fugir com o namorado. Um raio elétrico surpreende o resto da família a bordo de um barco e quando conseguem voltar à costa descobrem que viajaram até 2022. Um futuro cheio de smartphones, selfies e música trap. Será que conseguem voltar aos anos 90?

terça-feira, 29 de novembro de 2022

Crítica: Decisão de Partir / Decision to Leave / Heojil kyolshim (2022)

"The moment you said you loved me, your love is over. The moment your love ends, my love begins."

Seo-rae


*7.5/10*

Park Chan-wook adora enigmas cinematográficos e Decisão de Partir não foge à regra. Um filme desafiante, de crimes por resolver e amores impossíveis.

"Um homem cai do pico de uma montanha e morre. O detective responsável, Hae-joon, conhece Seo-rae, esposa do falecido. A morte do marido não parece perturbá-la. Face ao comportamento tão atípico de um familiar enlutado, a polícia considera-a suspeita. Hae-joon interroga Seo-rae e decide vigiá-la. À medida que a observa sente-se cada vez mais interessado nela."

Eis um neo-noir, cheio de suspense e melancolia, pautado ainda por momentos de humor, com um argumento algo intrincado, nem sempre fácil de acompanhar, tal qual a complexidade dos casos que Hae-joon tem em mãos. As marcas autorais de Park Chan-wook estão sempre presentes: dos planos impossíveis aos desfoques intencionais, com uma estética vincada, alguma violência e personagens de relações complexas, 

Decisão de Partir está carregado de amor platónico, relações impossíveis, sentimentos traídos, que o transformam num drama romântico muito particular. A relação entre o detective e a suspeita desenvolve-se, apesar do distanciamento que mantêm e com ausência de envolvimento físico.


A actriz chinesa Tang Wei encarna com sucesso a impenetrável Seo-rae, a jovem viúva sedutora, aparentemente frágil, que incorpora uma dualidade capaz de deixar a pairar uma desconfiança constante. Não será fácil ler o seu rosto ou emoções, muito menos confiar nela, mas será igualmente difícil resistir ao seu magnetismo. 

Park Chan-wook regressa com uma obra menos violenta, mas igualmente exigente e ambiciosa,  ambientada num cenário tão poético quanto envolvente. E, nesta história de amor e crime, é o realizador quem faz justiça.

KINO 2023: De 2 a 18 de Fevereiro de 2023, abre com 'When Spring Came to Bucha'

A KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã 2023 abre com o documentário When Spring Came to Bucha, de Mila Teshaieva e Marcus Lenz, sobre a esperança depois da destruição em Bucha, na Ucrânia. O evento acontece entre 2 e 18 de Fevereiro de 2023, no Cinema São Jorge e na Cinemateca Portuguesa.

A KINO celebra a sua 20.ª edição sob o tema Novos Começos (Neuanfänge em alemão) que será o fio condutor da programação. O filme de abertura, da realizadora ucraniana Mila Teshaieva e do realizador alemão Marcus Lenz, é uma homenagem "às vítimas da pequena cidade de Bucha que, em abril de 2022, se tornou um símbolo dos crimes de guerra russos"When Spring Came to Bucha "segue os habitantes de Bucha e dá-lhes voz para contarem a sua história".

No Cinema São Jorge, serão exibidos 15 filmes, divididos pelas três secções: Visões, onde estão as grandes obras cinematográficas recentes, Perspetivas, sobre as estreias na realização, e Realidades, dedicada aos documentários. Este ano, a Cinemateca Portuguesa acolhe uma secção especial: o Foco História(s) do Cinema Alemão, com oito documentários "que olham para diferentes movimentos do e no cinema na Alemanha desde a primeira projecção de imagens em movimento dos irmãos Skladanowski às últimas edições da Berlinale, com nomes como Wim Wenders, Tom Tykwer, Christian Petzold, Caroline Link, Dominik Graf, e muitos outros".

A KINO 2023 continua atenta às narrativas femininas e às estreias no universo da realização, com a atribuição do Prémio do Público a primeiras e segundas obras. Regressam  também as sessões para escolas e para famílias e haverá ainda uma festa de celebração dos 20 anos da KINO.

Vai manter-se uma oferta de filmes online em Filmin.pt e uma retrospectiva com filmes alemães dos últimos 20 anos, disponível gratuitamente na plataforma de streaming do Goethe-Institut, Goethe on Demand.

A mostra começa em Lisboa, e seguirá depois para outras cidades como Coimbra, Porto e Lagos. Mais informações sobre a KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã em https://www.goethe.de/ins/pt/pt/kul/sup/kpo.html.

segunda-feira, 28 de novembro de 2022

Porto/Post/Doc 2022: A House Made of Splinters (2022)

*8/10*

A House Made Of Splinters é um murro no estômago que Simon Lereng Wilmont filma de forma prodigiosa, num centro de acolhimento temporário de crianças em situação de vulnerabilidade social.

O realizador acompanha, ao longo de vários meses, o funcionamento e as histórias dos que passam pelo centro, em Lyssychansk, na Ucrânia, antes do início da guerra de 2022, mas já espelhando as consequências do conflito iniciado em 2014. 

Enquanto uns partem, outros vão chegando. Eva, Sasha, Kolya e Alina são os principais focos do documentário de Wilmont que desliza pelos corredores do centro sem interferir, quase invisível, captando conversas, brincadeiras, lágrimas e sorrisos. A maturidade das crianças, a par da sua inocência - em parte perdida pelo contexto social onde cresceram, principalmente marcado pelo alcoolismo dos progenitores  -, provocam admiração e comoção na plateia. A preocupação espelhada no rosto dos protagonistas, a rebeldia, a partilha de histórias semelhantes, a interação com os trabalhadores do centro, assistentes sociais, a visita dos familiares ou das potenciais famílias de adopção, tudo é filmado com a proximidade e confiança fundamentais para o resultado de A House Made of Splinters.

De grande intensidade emocional, A House Made Of Splinters é um retrato íntimo de uma realidade crua e, muitas vezes, traumática, onde todos os envolvidos se dedicam e esforçam para fazer brilhar a esperança no futuro de todas as crianças que passam no centro.

_

A House Made Of Splinters fez parte da Competição Internacional do Porto/Post/Doc 2022.

domingo, 27 de novembro de 2022

Sugestão da Semana #536

Das estreias da passada Quinta-feira, a Sugestão da Semana destaca Crimes do Futuro, o mais recente filme de David Cronenberg, protagonizado por Viggo Mortensen, e com Léa Seydoux, Kristen StewartScott Speedman e o luso-guineense Welket Bungué no elenco. A longa-metragem tem crítica no Hoje Vi(vi) um Filme.



Ficha Técnica:
Título Original: Crimes of the Future
Realizador: David Cronenberg
Elenco: Viggo Mortensen, Léa Seydoux, Kristen Stewart, Scott SpeedmanWelket Bungué, Don McKellar
Género: Drama, Ficção Científica, Terror
Classificação: M/16
Duração: 107 minutos

Porto/Post/Doc 2022: 'O Homem do Lixo', 'O Banho', 'Mangrove School', 'Águas e Espelhos' e 'Solmatalua'

Escrevemos sobre as curtas-metragens da competição Cinema Falado do Porto/Post/Doc 2022: O Homem do Lixo, O Banho, Mangrove School, Águas e EspelhosSolmatalua.

O Homem Do Lixo / The Garbage Man, de Laura Goncalves

"Numa tarde quente de Agosto, a família junta-se à mesa. As memórias de cada um recordam a história do tio Botão, que tinha uma carrinha cheia de 'lixo' onde guardava verdadeiros tesouro."

Laura Gonçalves oferece uma mesa cheia de memórias. Uma reunião de família, à refeição, é o momento ideal para lembrar o tio Manuel, cuja história se cruza com a de muitos portugueses, entre a Guerra Colonial e a emigração para França, em que o regresso à terra era motivo de festa e admiração.

O som de um almoço de família real encaixa nas imagens, onde, a guiar a câmara, está o macaco que Manuel adoptou em África. Um companheiro curioso, que percorre a mesa e os tachos, enquanto escuta, atento, cada história, tal qual a plateia.

A animação de O Homem do Lixo condiz com o espírito de nostalgia e alegria que se vive na sala. Fotografias e objectos ajudam a ilustrar as recordações que todos guardam deste homem que recuperava tudo o que outros deitavam ao lixo. 

O Banho, de Maria Inês Gonçalves

"A água, nas suas múltiplas manifestações (dos banhos de imersão à rega automática), cruza-se com a genealogia humana (da infância à velhice). O Banho é um retábulo caleidoscópico de sensações familiares onde o prazer e o medo da água se revelam em delicados espasmos visuais, captados em película de 16mm revelada de forma artesanal."

Através do elemento Água, Maria Inês Gonçalves filma partes do ciclo da vida e da Natureza, deixando o experimentalismo inspirar a imaginação e as formas e reflexos que a água permite captar. 

A opção de filmar O Banho em 16mm sublinha o caracter analógico da vida e da experiência de interacção com a água, que marca tantos momentos-chave da existência. Uma curta-metragem imersiva que apela à introspecção.

Mangrove School / Skola di Tarafe, de Filipa César e Sónia Vaz Borges

"Nos mangues da Guiné-Bissau, nos anos 1960, durante a guerra, Amílcar Cabral implementou um programa de 'escolas de guerrilha' com o intuito de combater o colonialismo português. Estas escolas nómadas tornaram-se num símbolo de resistência. Mangrove School revisita a história destas escolas numa fábula documental 'é o corpo todo que aprende.'"

Filipa César e Sónia Vaz Borges contam a história das escolas de guerrilha, numa recriação dinâmica e instrutiva, para corpo e mente. Educação, política e arquitectura em tempos de guerra colonial formavam as bases para a implementação destas escolas, a melhor arma na luta contra o inimigo e os locais mais seguros contra os bombardeamentos.

Mangrove School é a união de várias disciplinas através da Natureza e do desejo de independência, numa fascinante viagem no tempo e espaço.

Águas e Espelhos, de Mariana Caló e Francisco Queimadela

"Desenvolvido no âmbito de uma residência artística na Mata do Bussaco (promovida pela Aderno Associação Cultural), Águas e Espelhos marca o regresso da dupla de cineastas ao Porto/Post/Doc. A partir do contacto com o património vegetal, animal, hídrico e edificado desse parque nacional, Caló-Queimadela oferecem-nos um inebriante mergulho (quais Narcisos) na própria natureza das imagens."

Sempre no seu registo experimental, Mariana Caló e Francisco Queimadela convidam a uma visita à Mata do Bussaco a partir de Águas e Espelhos. Os realizadores tocam e sentem a Natureza, e registam-na em película de 16mm.

Em oito minutos, fazem ver e escutar as árvores, a água a correr e os animais, numa experiência cinematográfica sensorial muito íntima, em que os próprios realizadores se filmam e aos seus reflexos. Num jogo de espelhos e luz, o filme constrói-se em plena união com a Natureza.

Solmatalua, de Rodrigo Ribeiro-Andrade

"Depois do espectral A Morte Branca do Feiticeiro Negro (2020), Rodrigo Ribeiro-Andrade assina a sua segunda curta-metragem, uma constelação transtemporal de vozes e presenças negras, entre o mundano e o divino. Solmatalua (Sol-Mata-Lua) propõe um itinerário místico onde se celebra a força ancestral da poesia, das memórias e das vivências negras no Brasil (de ontem, de hoje e, também, do futuro)."

A partir de imagens de arquivo, Rodrigo Ribeiro-Andrade reflecte sobre a presença negra no Brasil e a sua História. Ouve-se poesia, sons da natureza, discursos ou cânticos e tudo é testemunho das memórias de um povo. 

Solmatalua é uma experiência que vai do ancestral ao presente, entre florestas, praias, rios, cidades ou favelas, numa viagem cinematográfica através dos tempos.


Toda a informação sobre o Porto/Post/Doc pode ser encontrada em https://www.portopostdoc.com/.