sábado, 2 de julho de 2022

Há Filmes na Baixa! comemora 30 anos do Curtas Vila do Conde e apresenta ciclo 'Todos no Direito de Amar'

O Há Filme na Baixa! assinala os 30 anos do Festival Curtas Vila do Conde, com duas sessões, nos dias 6 e 7 de Julho, e apresenta um ciclo dedicado ao amor, Todos no Direito de Amar, com nove filmes a partir de dia 13 de Julho. As sessões acontecem às 22h00, no Passos Manuel, no Porto.

A 6 e 7 de Julho, as sessões comemorativas dos 30 anos do festival vilacondense integram algumas obras premiadas em diversas edições do Curtas. Serão apresentados dez filmes: A Brief History of Princess X, de Gabriel Abrantes; A Comunidade, de Salomé LamasViagem a Cabo Verde, de José Miguel Ribeiro; Canção de Amor e Saúde, de João Nicolau; Carosello, de Jorge Quintela; Elo, de Alexandra Ramires; Maria do Mar, de João Rosas; o videoclip Mesa para Dois no Carpa, canção de David Bruno, realizado por Francisco Lobo; O Nosso Reino, de Luís Costa; e Ruby, de Mariana Gaivão

No dia 13 de Julho, arranca o programa Todos no Direito de Amar, que se estende até dia 1 de Setembro. De Pasolini, "com o documentário de 1964 sobre a necessidade de nos relacionarmos com os outros, amarmos e sermos amados", a Cronenberg com Crash, exibindo ainda o recente Flee, "uma história de emigração forçada e amor proibido", ou A Cidade Branca, "o encontro de Bruno Ganz com Teresa Madruga, num filme onde Lisboa é uma das personagens principais", entre outros títulos onde amor é a palavra de ordem.


PROGRAMAÇÃO CURTAS 30 ANOS

6 E 7 DE JULHO

A Brief History of Princess X, Gabriel Abrantes

A Comunidade, Salomé Lamas

Viagem a Cabo Verde, José Miguel Ribeiro

Canção de Amor e Saúde, João Nicolau

Carosello, Jorge Quintela

Elo, Alexandra Ramires

Maria do Mar, João Rosas

Mesa para Dois no Carpa, de David Bruno, realizado por Francisco Lobo

O Nosso Reino, Luís Costa

Ruby, Mariana Gaivão


PROGRAMAÇÃO TODOS NO DIREITO DE AMAR 

13 DE JULHO A 1 DE SETEMBRO

A Cidade Branca, Alain Tanner

Comícios de Amor, Pier Paolo Pasolini

Crash, David Cronenberg (Versão Restaurada)

Flee, Jonas Poher Rasmussen

Mudar de Vida, Paulo Rocha

O Sal das Lágrimas, Phillippe Garrell

Tempos de Verão, Olivier Assayas

The Worst Person In The World, Joachim Trier

Tu e Eu, Larissa Shepitko

quinta-feira, 30 de junho de 2022

Crítica: Ilha dos Pássaros / L'Île aux oiseaux (2019)

*7/10*

Cruzando fronteiras entre ficção e documentário, Ilha dos Pássaros, de Maya Kosa e Sérgio da Costa, é uma viagem introspectiva às contradições da humanidade, através de um centro de reabilitação para aves. Dos dilemas pessoais aos problemas ambientais, o filme constrói-se entre o delicado e o visceral.

"Depois de um longo período de isolamento, Antonin, um jovem a sofrer de exaustão persistente, redescobre o mundo num centro de reabilitação para pássaros. Neste estranho lugar, pássaros feridos e almas perdidas coabitam, embalados pelo som omnipresente dos aviões."


No centro de reabilitação de aves, não são apenas os pássaros que estão isolados e enjaulados, a sarar lesões ou traumas. Cada personagem humana assemelha-se aos animais dos quais cuida. Alheados do mundo real, redescobrem o que se passa fora do centro pelos pacientes que lhes chegam, e tentam curar as suas próprias feridas. O constante som dos aviões é o alarme que soa e faz a realidade chegar mais perto deste retiro silencioso e solitário.

Maya Kosa e Sérgio da Costa filmam em película de 16mm esta realidade (ficcionada) paralela, que destaca a beleza dos pássaros e o ambiente melancólico que paira sobre o local. Há uma dualidade latente ao longo de Ilha dos Pássaros com que Antonin e a plateia são confrontados logo à chegada: é necessário o sacrifício de uns - os ratos - para a sobrevivência de outros - as aves. E eis que surge, desde logo, a dificuldade em estabelecer uma fronteira ética e moral, e também a plateia entra num conflito interno.


O silêncio impera, e o som dos pássaros é a banda sonora "natural", de acalmia, entre os poucos diálogos e a tranquila narração de Antonin - nunca excessiva. Mas apesar desta tranquilidade e beleza das espécies, há sempre uma sensação de desconforto, como se a realidade fora do centro condicionasse gestos e acções.

Ilha dos Pássaros é um retiro para contemplar mas também questionar, e curar feridas dos animais, dos Homens e do Mundo.

Estreias da Semana #515

Esta Quinta-feira, chegam aos cinemas portugueses sete novos filmes. Há ainda um destaque no streaming.


A Lei de Teerão (2019)

Metri Shesh Va Nim / Just 6.5

No Irão, a posse de drogas ilegais significa a pena de morte, independentemente da quantidade. Nestas condições, os traficantes não têm escrúpulos em jogar grande e a venda de crack explodiu. Mais de seis milhões de pessoas foram apanhadas no vício. Samad, polícia na brigada de narcóticos em Teerão, procura Nasser Khakzad, um barão de droga local. Após muitas tentativas, consegue localizá-lo na sequência de uma tentativa de suicídio falhada. Enquanto Nasser atravessa os procedimentos legais que o levarão à pena de morte, Samad apercebe-se das condições sociais e das instituições corruptas que forçaram Nasser a uma vida criminosa. Todas as detenções e as execuções começam a apresentar-se como algo inútil e sem impacto.


Entre Ilhas (2022)

Resultado de uma investigação conduzida pela realizadora e antropóloga Amaya Sumpsi durante cinco anos, o filme percorre o arquipélago dos Açores à procura das memórias de uma época em que só os barcos ligavam estas ilhas ao mundo. Com foco no transporte marítimo de passageiros, o filme recolhe histórias dos antigos iates e das lanchas do Pico, dos paquetes Carvalho Araújo, Lima, Arnel, Cedros e Ponta Delgada, hoje substituídos por ligações aéreas, ou por rápidos e modernos ferries. No seu périplo, a cineasta encontra velhas histórias de mar, folhas de diários perdidos e fotografias antigas, histórias de comandantes e contramestres, de pianos nos salões da primeira classe, do gado que viajava junto à terceira classe. Histórias de caixeiros viajantes, militares, de muitos estudantes, alguns namoros, de enjoos e nascimentos a bordo, de tempestades e de um medo terrível da morte.


Homens à Beira de Um Ataque de Nervos (2022)

Hommes au bord de la crise de nerfs

Sete homens, com idades compreendidas entre os 17 e os 70 anos, que nada têm em comum excepto um colapso nervoso, vêem-se envolvidos num programa de terapia de grupo num local remoto. Este misterioso curso, "exclusivamente para homens", é suposto fazer milagres. A primeira surpresa à chegada: a terapeuta é uma mulher. Imprevisível e confusa, tudo fará para os ajudar, quer eles queiram, quer não.


Ilha dos Pássaros (2019)

L'Île aux oiseaux

Após um longo período de isolamento, Antonin, um jovem que sofre de exaustão persistente, redescobre o mundo num centro de reabilitação para pássaros. Neste estranho lugar, pássaros feridos e almas perdidas coabitam, embalados pelo som omnipresente dos aviões. Um misto de "documentário zoológico" e retrato ficcional, passado num santuário de aves em Genebra.


Mínimos 2: A Ascensão de Gru (2022)

Minions: The Rise of Gru

Fã de um grupo de supervilões conhecido como Vicious 6, Gru traça um plano de forma a tornar-se suficientemente mau para se juntar a eles, com o apoio dos seus seguidores, os Minions.


Perguntem à Lua (2021)

Selini, 66 erotiseis / Moon, 66 Questions

Após anos de distância, Artemis regressa a Atenas devido ao frágil estado de saúde do pai. Ao descobrir um segredo há muito escondido, começa a compreender o pai de uma nova maneira e passa a amá-lo verdadeiramente pela primeira vez.


Perseguição (2022)

Last Seen Alive

Will Spann está prestes a separar-se da sua mulher Lisa. No dia em que está a conduzi-la a casa dos pais, Lisa desaparece sem deixar rasto durante uma paragem numa bomba de gasolina. A busca desesperada para a encontrar leva-o por um caminho sombrio - um caminho que o obriga a fugir das autoridades e a tomar a lei nas próprias mãos.


Disney +

Estreia a 1 de Julho:

Princesa: Em Defesa do Trono (2022)

The Princess

Uma princesa bela e forte recusa casar com o sociopata cruel de quem está noiva e por quem é raptada e trancada numa torre remota. Com um pretendente desprezado e vingativo decidido a tomar o trono do seu pai, a princesa tem de proteger a família e salvar o reino, custe o que custar.

quarta-feira, 29 de junho de 2022

Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira acontece de 15 de Julho a 28 de Agosto

A 22.ª edição da Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira acontece entre 15 de Julho e 28 de Agosto, pelas 21h30, nos Claustros do Convento do Carmo. O programa, agora anunciado, é composto por 18 sessões.

A Mostra abre, no dia 15 de Julho, com Mães Paralelas, de Pedro Almodóvar; no dia seguinte, mais um filme nomeado para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, A Pior Pessoa do Mundo, de Joachim Trier. Coincidentemente com a época que se vive actualmente, encontram-se no programa "temas relacionados com a família, com a maternidade ou o aborto". Relacionado com esta temática, será exibido Lingui, de Mahamat Saleh Haroun

Outros títulos a exibir na Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira são: Ema, de Pablo Larraín, Destello Bravio, de Ainhoa Rodriguez (que estará presente na sessão, no dia 24 de Julho para falar sobre o seu filme), Vaca, de Andrea Arnold, ou Passarinhos e Passarões e Comícios de Amor, de Pier Paolo Pasolini, em celebração do centenário do seu nascimento.

PROGRAMA COMPLETO

Julho

Dia 15 - Madres paralelas (Mães Paralelas)

Realização e Argumento: Pedro Almodóvar

Drama/2021/120min/M/14

V.O Espanhol/Legendas em PT/EN Subtitles. 


Dia 16 -  A Pior Pessoa do Mundo

Realização: Joachim Trier

Comédia Dramática/NO,SE, DK, FR/2021/127 min/M/14

V.O Norueguês /Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 17 - La cordillera de los sueños 

Realização e Argumento: Patricio Guzmán 

Doc/FR, CL/ 2019/84 min/M/12

V.O. Espanhol, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 22 - Un Monde (Recreio)

Realização e Argumento: Laura Wandel 

Drama/ BE/2021/72 min/M/12

V.O. Francês, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 23 - France

Realização e Argumento: Bruno Dumont 

Comédia Dramática/ FR,IT, BE,DE/2021/134 min/M/14

V.O. Francês, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 24 - Destello Bravío

Realização e Argumento: Ainhoa Rodríguez

Drama/ES/ 2021/98 min/M/12 

V.O. Espanhol, Legendas em PT/EN Subtitles

(Com a presença da realizadora, Ainhoa Rodríguez)


Agosto

Dia 5 - Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo (Everything Everywhere All at Once)

Realização e Argumento: Dan Kwan & Daniel Scheinert

Comédia Dramática/EUA/ 2022/132 min/M/14

V.O. Inglês, Legendas em PT


Dia 6 - A Chiara

Realização e Argumento: Jonas Carpignano

Drama/IT, FR/2021/121 min/M/12

V.O. Italiano, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 7 - Perante o teu rosto

Realização e Argumento: Hong Sang-soo

Drama/KR/2021/85 min/M/14

V.O. Coreano, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 12 - Comícios de Amor (Centenário Pasolini)

Realização: Pier Paolo Pasolini

Doc/IT/1964/92 min/M/12

V.O. Italiano, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 13 - Ema

Realização: Pablo Larraín

Comédia Romântica/CL/2019/124 min/M/16

V.O. Espanhol, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 14 - Petite Maman 

Realização e Argumento: Céline Sciamma 

Drama, Fantasia/FR/2021/72 min/M/12

V.O. Francês, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 19 - Lingui

Realização e Argumento: Mahamat Saleh Haroun

Drama/FR,Chad,BL/2021/87 min/M/14

V.O. Francês, Árabe, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 20 - La Odisea de los Giles 

Realização: Sebastián Borensztein

Drama, Aventura/AR/2019/116 min/M/12

V.O. Espanhol, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 21 - Vaca

Realização: Andrea Arnold

Documentário/RU/2021/94 min/M/12 

V.O. Inglês, Legendas em PT


Dia 26 - Passarinhos e Passarões (Centenário Pasolini)

Realização e Argumento: Pier Paolo Pasolini

Comédia, Fantasia/IT/1966/89 min/M/12

V.O. Italiano, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 27 - La caja 

Realização: Lorenzo Vigas 

Drama/MX/2021/90 min/M/12 

V.O. Espanhol, Legendas em PT/EN Subtitles


Dia 28 - Águas do Pastaza

Realização: Inês T. Alves

Documentário/PT/2022/61 min/M/12

V.O. Espanhol e Português, Legendas em PT/EN Subtitles


Preços bilhetes: 

Público: 5,50

Estudantes: 3,50

Sócios/as: 3 


Voucher de fim de semana: 

Público: 15

Sócios/as e Estudantes: 8


Mais informação em http://cineclube-tavira.com/pt.

terça-feira, 28 de junho de 2022

Cinema LGBTQIA+ para celebrar o 'Pride Month'

Junho é o Mês do Orgulho LGBTQIA+ - o Pride Month - que celebra a Rebelião de Stonewall, ocorrida a  28 de Junho de 1969, em Greenwich Village, em Nova Iorque, nos EUA, contra os abusos e violência da polícia para com a comunidade homossexual. Surgiu assim o impulso para os movimentos civis e de libertação da comunidade LGBTQIA+, que se celebram também nos dias de hoje, principalmente durante o mês de Junho.


Em tempos de tanta intolerância, retrocesso civilizacional e de direitos adquiridos, e quando ainda tanto há por fazer para que a igualdade e a liberdade sejam plenas e comuns a cada cidadão do mundo, o Hoje Vi(vi) um Filme quer assinalar o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ e o Pride Month com uma selecção de filmes e séries que merecem ser vistos neste contexto (ou em qualquer outro). A escolha recai sobre títulos recentes - quase todos com menos de 20 anos.


As Canções de Amor / Les chansons d'amour, 2007, Christophe Honoré

Assim é o Amor / Beginers, 2010, Mike Mills


A Vida de Adèle / La vie d'Adèle, 2013, Abdellatif Kechiche


Laurence Para Sempre / Laurence Anyways, 2012, Xavier Dolan


Milk, 2008, Gus Van Sant


O Segredo de Brokeback Mountain / Brokeback Mountain, 2005, Ang Lee

Os Rapazes Não Choram / Boys Don't Cry, 1999, Kimberly Peirce


Bónus: 

segunda-feira, 27 de junho de 2022

FEST – Novos Realizadores | Novo Cinema 2022: Vencedores

Imaculat, de Monica Stan e George Chiper, é o grande vencedor da 18.ª edição do FEST - Novos Realizadores | Novo Cinema. O Grande Prémio Nacional foi para Mansa, de Mariana Bártolo.

A 19ª edição do FEST – Festival Novos Realizadores | Novo Cinema já está marcada e acontecerá de 19 a 26 de Junho de 2023. Mais informações em https://site.fest.pt/pt.

Eis a lista completa de vencedores e júri do FEST 2022:

Lince de Ouro – Ficção

Alinhoa Rodriguez (ESP) - Realizadora

Caprice Crawford (EUA/DEU) - Actriz e agente

Miguel Nunes (POR) - Actor

Imaculat

Menção Honrosa Direcção de Fotografia – Utama

Menção Honrosa Realização – A Piece of Sky

 

Lince de Ouro Documentário

Alberto Valverde (ESP) - Relações Internacionais DA

Nino Kovacic (CRO) - Programador e Crítico de Cinema

Alis


Lince de Prata – Ficção

Luísa Alvão (POR) - Programadora

Meltse Van Collie (BEL) - Realizadora

Niels Putman (BEL) Programador e Critico de Cinema

Mona & Parviz

Menção Honrosa – A Man Trembles

 

Lince de Prata Documentário

Alberto Valverde (ESP) - Relações Internacionais DA

Nino Kovacic (CRO) - Programador e Crítico de Cinema

Even Though They Streal My Dreams

Menção Honrosa - My Period is Late

 

Grande Prémio Nacional

Christopher Nunn (GBR) - Académico

Tomek Popakul (POL) - Realizador

Mansa

Menção Honrosa - Da Sala ao Cinema a Rua

Menção Honrosa - A Rapariga de Saturno

 

Lince de Prata – Animação

Christopher Nunn (GBR) - Académico

Tomek Popakul (POL) - Realizador

Terra Incógnita

Menção Honrosa - Toothless'

Menção Honrosa - Fall of the Ibis King'

 

Lince de Prata – Experimental

Christopher Nunn (GBR) - Académico

Tomek Popakul (POL) - Realizador

Woman As Image, Man As Bearer of the Look

Menção Honrosa - The Empty Sphere

Menção Honrosa - Apocalypse Baby, We Advertise The End of the World

 

NEXXT – Competição Académica

Rubén Sevivas (POR) - Realizador

Tiago Santos (POR) - Programador

Headfish

Menção Honrosa – Frida

 

FESTinha #Sub10

Big Box

 

FESTinha #Sub12

Life Expectancy

 

FESTinha #Sub16

Spotless

 

Voto Público

Lince de Ouro - Daughters Of Abdul-Rahman (Zaid Abu Hamdan)

Lince de Prata - Unter der Welle (Veronika Hafner)

domingo, 26 de junho de 2022

Curtas Vila do Conde 2022 com programa fechado

 A 30.ª edição do Curtas Vila do Conde já tem programação fechada. O festival acontece entre os dias 9 e 17 de Julho.

The Potemkinists, Radu Jude

Na Competição Internacional, destaque para os novos filmes de Radu Jude, Antonin Peretjatko, Hlynur Pálmason, Yann Gonzalez e Tsai Ming-liang. Fora de competição, encontram-se estreias nacionais da secção Da Curta à Longa como Fogo Fátuo, de João Pedro Rodrigues, O Joelho de Ahed, de Nadav Lapid, e Saudade do Futuro, de Anna Azevedo Gomes. Os três realizadores estarão em Vila do Conde para apresentarem as sessões e conversarem com o público. 

Em foco, na secção New Voices, estará a realizadora francesa Céline Devaux, num programa que integra, entre outros, Toda a Gente Gosta de Jeanne, uma coprodução portuguesa que estreou na última edição do Festival de Cannes, rodada em Lisboa. 

Fogo Fátuo, João Pedro Rodrigues

Radu Jude vai marcar presença em Vila do Conde para apresentar The Potemkinists, "uma comédia sobre a arte, a memória e a força da resistência". Já Tsai Ming-Liang traz ao Curtas 2022, The Night, "retrato sobre o ritmo, a beleza e as mudanças da cidade de Hong Kong". Em Hideous, de Yann Gonzalez, acompanha "a estrela pop Oliver Sim (membro dos The XX) enquanto uma entrevista num talk show se transforma numa viagem surreal de amor, vergonha e massacre". Por outro lado, o islandês Hlynur Pálmason filma Nest, "uma história onde três irmãos constroem juntos uma casa na árvore durante um ano". Em Yellow SaturdayAntonin Peretjatko regista "dois anos de Coletes Amarelos vistos pelos olhos de um homem com a mesma idade de Emmanuel Macron"

Na Competição Nacional, destaque as estreias nacionais de Aos Dezasseis, de Carlos Lobo; Ice Merchants, de João Gonzalez; Garrano, de David Doutel e Vasco SáSkola di Tarafe, de Sónia Vaz Borges e Filipa César, See You Later Space Island, de Alice dos Reis. Em estreia mundial, o Curtas passará O Casaco Rosa, de Mónica Santos, O Teu Peso em Ouro, de Sandro Aguilar, , de Margarida Vila-Nova, Saturno, de Luís Costa e André Guiomar; Uma Rapariga Imaterial, de André Godinho, As Sacrificadas, de Aurélie Oliveira Pernet, Heitor sem Nome, de Vasco Saltão, Raticida, de João Niza Ribeiro, e Segunda Pessoa, de Rita Barbosa

Ice Merchants, João Gonzalez

Fora de competição, o Curtas Vila do Conde vai exibir O Homem do Lixo, de Laura Gonçalves, Azul, de Ágata Pinto, Tornar-se Um Homem na Idade Média, de Pedro Neves Marques, By Flávio, de Pedro Cabeleira, e Catraias, de Tânia Dinis

A Competição Experimental apresentará 19 obras em estreia nacional, entre as quais When There Is No More Music To Write, And Other Roman Stories, de Eric Baudelaire, e A Human Certainty, de Morgan Quaintance

À 30.ª edição do Curtas regressam o programa especial desenvolvido para jovens e público familiar (Curtinhas e My Generation), a competição Take One!, dedicada a filmes de escola, e ainda uma selecção de curtas proposta pela European Film Academy. Ao programa Stereo, junta-se a exibição de Da Weasel: Agora e Para Sempre, documentário sobre a história e percurso da banda portuguesa. 

Destaque ainda para Curtas 30 Anos, Exposição Documental, que leva o público numa "viagem pela história e evolução do Curtas, através de um conjunto de folhetos, cartazes, catálogos, livros e outras publicações que marcaram estes últimos 30 anos".

O programa completo da 30.ª edição do Curtas de Vila do Conde pode ser consultado em www.curtas.pt.