Hoje vi(vi) um filme: Estreias da Semana #216

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Estreias da Semana #216

Doze filmes chegaram às salas de cinema portuguesas esta Quinta-feira.

A Chefe (2016)
The Boss
Uma magnata da indústria é enviada para a prisão por uso de informação privilegiada. Quando sai em liberdade está pronta a promover-se como a nova namoradinha da América, mas nem toda a gente está disposta a perdoar.

A Espera (2015)
L'Attesa
Anna passa os dias sozinha, deambulando pelos grandes quartos de uma antiga mansão decadente. A bela e agreste paisagem siciliana que circunda a casa isola-a e o nevoeiro que se instala afecta a visibilidade. Só os passos de Pietro, o encarregado, quebram o silêncio. De repente, surge Jeanne, uma jovem desconhecida que diz ser a namorada de Giuseppe, o filho de Anna. Afirma que ele a convidara a ir ter com ele à Sicília para passarem uns dias juntos. Mas Anna nem sequer sabia da existência de Jeanne. e Giuseppe não está. Para onde foi? As suas coisas estão no quarto. Voltará muito em breve, diz Anna... Os dias passam, as duas mulheres vão-se conhecendo e juntas dispõem-se a esperar pela Páscoa, altura em que Giuseppe irá finalmente regressar a casa e uma enorme procissão tradicional desfilará pela vila.

Ainda Não Acabámos: Como Se Fosse Uma Carta (2016)
"Uma deambulação por meio século, sim, uma carta talvez. Viagens pela minha vida, podia chamar-lhe eu, que tanto gosto de Garrett. Um traveling como ele gostaria, uma história solta, memórias, projectos, encontros. Também porque, desde 1995, tenho feito vários retratos de artistas (Palolo, Bravo, Lapa, Skapinakis, Bartolomeu, Ângelo, Sena, Ana Vieira e preparo Sofia Areal e Fernando Lemos), comecei a pensar que é isso a minha vida, estes encontros, ver, ouvir, cortar, mostrar, provocar. Quero, com este filme continuar a mostrar o que vejo." (Jorge Silva Melo)

Chronic (2015)
David cuida de doentes em estado terminal. Meticuloso, eficiente e apaixonado pelo seu trabalho, constrói relacionamentos que vão bem para lá do ambiente médico e cria uma verdadeira intimidade com os pacientes. Por oposição, na sua vida privada, David é ineficaz, estranho e reservado, e precisa dos seus pacientes, tanto quanto eles precisam dele.

Criminoso (2015)
Criminal
Num derradeiro esforço para travar um plano diabólico, as memórias, segredos e competências de um operacional da CIA morto (Ryan Reynolds) são implantadas num imprevisível e perigoso psicopata condenado (Kevin Costner), na esperança de que este venha a completar a missão de que o operacional estava encarregue.

Memórias de Marnie (2014)
Omoide no Mânî 
O filme conta a história de Anna, uma jovem de 12 anos que, por razões de saúde, vai passar o verão a Kushiro, uma cidade à beira-mar na província de Hokkaido. Anna sempre foi solitária. Acredita estar fora do círculo mágico invisível a que a maior parte das pessoas pertence e por isso isola-se de todos os que a rodeiam. Durante um dos seus passeios solitários pelo pântano descobre uma mansão isolada onde mora Marnie. Anna nunca pensou ter uma amiga como Marnie, que não a julga por ser como é. Mas ao mesmo tempo que descobre a beleza da amizade começa a perceber que Marnie pode não ser bem aquilo que aparenta.
Baseado no clássico de Rudyard Kipling, o novo O Livro da Selva em imagem real conta a história de Mogli, uma criança que foi criada por uma família de lobos. No entanto, Mogli percebe que já não é bem-vindo na selva quando um tigre, Shere Khan, que carrega cicatrizes feitas pelo Homem, promete eliminar tudo o que lhe pareça uma ameaça. Convidado a abandonar a única casa que conheceu, Mogli embarca numa viagem de auto-descoberta, guiado pela pantera que se tornou seu mentor, Bagheera, e pelo urso com espírito livre, Balu.

O Que Nos Resta (2012)
Was Bleibt
A pedido de Gitte, a sua mãe, Marko, que há anos vive em Berlim, dirige-se para o campo para visitar os pais. A sua esperança de passar uns dias tranquilos e relaxantes com a família desaparece quando Gitte  revela que acaba de recuperar de uma prolongada doença mental. Marko é o único a respeitar o seu desejo de ser tratada, de agora em diante, como membro de pleno direito da família. Como resultado, acaba por derrubar mais do que apenas o precário equilíbrio do relacionamento aparentemente harmonioso dos seus pais.

O Rapaz e o Monstro (2015)
Bakemono no ko 
A história do encontro entre Kyuta, um rapaz solitário e infeliz que vive no movimentado bairro de Shibuya, em Tóquio, e Kumatetsu, um reclusivo monstro do mundo imaginário de Jutengai. A relação por vezes tempestuosa entre o monstro e o seu jovem aprendiz vai ficando cada vez mais forte e, ao superarem a solidão, acabam por perceber o quanto precisam um do outro.

O Rio do Ouro (versão digital restaurada) (1998)
Nas margens ensanguentadas do Rio do Ouro, um grande crime ambientado num meio popular. Um velho casal casa-se. Ela é guarda-cancela, ele é o patrão do barco-draga. Mélita, a sobrinha, cai ao rio, grita por socorro, António salva-a. Carolina morre de ciúmes. Num comboio, um cigano um nadinha vidente, o Zé dos Ouros, quer vender um colar a Mélita. Ai dele, vê o passado da inocente rapariga: numa vida anterior ela teria matado o amante e pintado com sangue dele o quarto do seu amor. Aterrado, foge. Carolina vai atrás dele, rouba-lhe o colar e acaba por se tornar sua amante. Quer que o cigano lhe desvende o segredo, lhe explique o que viu. Enquanto o velho António se sente cada vez mais atraído pela sobrinha, Carolina sonha, vê tudo vermelho de sangue. O já não tem medo de Mélita, quer deixar a amante. A guarda-cancela sente-se traída por todos, vê uma grande faca diante de si...

Os 33 (2015)
The 33
Os 33 retrata o que se passou após o colapso da mina de San José, no Chile, e o posterior salvamento dos mineiros que estiveram soterrados durante 69 dias. 

Rumo à Outra Margem (2015)
Kishibe no tabi
No coração do Japão, Yusuke convida a mulher Mizuki para uma viagem pelas aldeias e arrozais. Juntos, vão ao encontro daqueles com quem Yusuke se cruzou nestes três últimos anos, desde que se afogou no mar, desde o dia em que morreu. Por que razão voltou?

Sem comentários: