Hoje vi(vi) um filme: Estreias da Semana #162

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Estreias da Semana #162

Na passada Quinta-feira, estrearam nos cinemas portugueses sete filmes. Velocidade Furiosa 7 dominou quase todas as atenções.

Corações Inquietos (2014)
Hungry Hearts
Jude (Adam Driver) é americano, Mina (Alba Rohrwacher) é italiana. Conhecem-se por acaso em Nova Iorque. Um romance relâmpago surge entre eles. Decidem casar-se e Mina fica grávida. É uma nova vida para ambos. Desde os primeiros meses de gravidez, um forte instinto maternal indicia a Mina que ela transporta um filho especial. A fim de respeitar a natureza, ela protege-o obsessivamente da contaminação do mundo exterior e esforça-se por preservar a sua pureza total. Jude, por amor a Mina, segue a orientação da sua mulher, até ao momento em que enfrenta uma terrível verdade: o seu filho não está a crescer e a sua vida está em perigo. Jude deve agir rapidamente.

Experiência de Quase-morte (2014)
Near Death Experience
Paul, um operador de call-center, encontra-se à beira de um esgotamento. Ao ver o noticiário numa Sexta-feira 13, interpreta a data como um sinal para tomar uma atitude e foge para as montanhas, onde irá viver uma experiência única.

O Rapto de Michel Houellebecq (2014)
L'enlèvement de Michel Houellebecq
O escritor Michel Houellebecq vive uma vida pacata, regida por regras precisas e imutáveis. Mas tudo muda quando é capturado, amordaçado e amarrado. Assim começa o seu rapto.

Que Estranho Chamar-se Federico (2013)
Che strano chiamarsi Federico!
Que Estranho Chamar-se Federico foi apresentado nos Festivais de Veneza e de Toronto. É uma homenagem a Federico Fellini, que Ettore Scola retrata no vigésimo aniversário da morte do realizador. Além do cinema extraordinariamente rico de Fellini – um tesouro partilhado pelo público em todo o mundo – o grande admirador do mestre pretende comemorar alguns aspectos privados e menos conhecidos da sua personalidade, recordando o privilégio de o ter conhecido e os sentimentos que ele despertava com a sua ironia e a forma como encarava a vida como uma festa.

Suite Francesa (2014)
Suite Française
Nos primeiros dias de ocupação, Lucile Angellier (Michelle Williams) encontra-se encurralada numa existência sufocada pela sua controladora madrasta (Kristin Scott Thomas), enquanto aguardam ambas por notícias do seu marido: um prisioneiro de guerra. Os refugiados parisienses começam a ocupar a pequena vila onde ambas vivem, seguidos por um regimento de soldados alemães que fixam residência nas casas dos habitantes. Lucile tenta, inicialmente, ignorar Bruno (Matthias Schoenaerts), o belo e requintado oficial alemão que fica com elas. Mas rapidamente um poderoso amor apodera-se dos dois e leva-os à tragédia da guerra.

Tal Pai, Tal Mãe (2015)
Papa ou Maman?
Florence e Vincent Leroy são um casal bem sucedido. No trabalho, no casamento, nos filhos. Mas agora é no divórcio que procuram ter sucesso. Quando cada um recebe, mais ou menos ao mesmo tempo, a promoção profissional há muito desejada, a sua vida de casal tem de acabar. E depois da guerra conjugal declarada, tudo o que nenhum dos dois quer é ficar com a guarda dos filhos.

Velocidade Furiosa 7 (2015)
Furious 7
Após os acontecimentos em Londres, Dom (Vin Diesel), Brian (Paul Walker), Letty (Michelle Rodriguez) e o resto da equipa tiveram a hipótese de voltar para os Estados Unidos e recomeçarem as suas vidas. Mas a tranquilidade do grupo é destruída quando Ian Shaw (Jason Statham), um assassino profissional, quer vingança pela morte de seu irmão. Agora, a equipa tem que se reunir para impedir este novo vilão. Mas desta vez, não basta ser veloz. A luta é pela sobrevivência.

1 comentário:

Os Filmes de Frederico Daniel disse...

"Suite Francesa": 4*

A história é bastante interessante e cativou-me, recomendo que vejam pois está muito bom.
O enredo está bastante bem construído, tal como a representação da época e o belo guarda-roupa utilizado.

Cumprimentos, Frederico Daniel.