Hoje vi(vi) um filme: Oscars 2016: O Resumo

quarta-feira, 2 de março de 2016

Oscars 2016: O Resumo

Finalmente uma cerimónia mais animada e ritmada. Chris Rock fez um bom trabalho enquanto anfitrião, soube jogar com a polémica da ausência de actores negros nomeados da forma mais correcta e divertida e toda a cerimónia acabou por ser um elogio à multiculturalidade, quer nos apresentadores, nos figurantes e nos clips exibidos durante a noite.

Do lado negativo, há que apontar o facto de apenas três das cinco canções nomeadas terem sido interpretadas ao vivo e alguns esquecimentos flagrantes no In Memoriam como Abe Vigoda ou mesmo o nosso Manoel de Oliveira.

Nos prémios, Mad Max: Estrada da Fúria arrecadou seis merecidos Oscars "técnicos", O Caso Spotlight foi a grande surpresa da noite ao vencer Melhor Filme, Ex Machina mereceu o destaque ao receber o Oscar para Melhores Efeitos Visuais. Leonardo DiCaprio bateu recordes no twitter e foi aplaudido de pé quando venceu o Oscar para Melhor Actor, Ennio Morricone foi finalmente reconhecido pelo seu fabuloso trabalho - foi preciso chegar aos 87 anos para lhe darem um Oscar de Melhor Banda Sonora. A outra grande surpresa da noite surgiu na categoria de Actor Secundário, já que não foi desta que Stallone ganhou um Oscar de interpretação.

Para além das vitórias de DiCaprio e de Morricone, outro momento especialmente comovente foi a actuação de Lady Gaga, que cantou o tema Til It Happens to You do documentário The Hunting Ground sobre vítimas de abuso sexual.

Segue um pequeno resumo dos melhores momentos da noite:

O Homem da noite - nos Oscars e no twitter: Leonardo DiCaprio

O Oscar mais bem entregue da noite: Ennio Morricone

Os apresentadores mais fofos da noite: Minions, Woddy e Buzz.


O casal da noite: Leonardo DiCaprio e Kate Winslet

O grande momento da noite: Lady Gaga

Os vencedores da noite: Mark Rylance, Brie Larson, Leonardo DiCaprio e Alicia Vikander

Sem comentários: