quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Doclisboa 2022: 'A Questão Colonial' é a primeira retrospectiva anunciada

A Questão Colonial é o título da primeira retrospectiva do Doclisboa 2022, agora anunciada. A 20.ª edição do festival decorrerá de 6 a 16 de Outubro, na Culturgest, Cinema São Jorge, Cinemateca Portuguesa e Cinema Ideal.

A Questão Colonial consistirá num "ciclo de cinema que se desdobra entre o passado colonial de França e Portugal, dois países que coincidem no período de guerra com os territórios africanos que clamavam para si e que foi camuflada em narrativas benignas, resistindo a um confronto com a sua própria história", anunciou o festival, em comunicado. A curadora da retrospetiva, Amarante Abramovici, explica que “a sequência de Actualidades no final do Acto da Primavera, de Manoel de Oliveira, representa de algum modo tudo o que da guerra colonial transpirou para o cinema português até muito recentemente – está lá, e quase não está. A guerra a que não se chamava 'guerra', fura a censura, e, nesse mesmo gesto, revela-a. No caso de França, onde a guerra de Argélia era apoucada no termo 'évènements', já para não falar dos anteriores conflitos na África subsaariana - esses totalmente ocultados -, a lei da censura fora reforçada em 1955 e o cinema era um dos seus alvos mais notórios.”

O programa de A Questão Colonial quer olhar para "a diversidade de representações cinematográficas realizadas pelos e sobre os vários protagonistas destas guerras, bem como as suas ligações e diferenças, convocando os testemunhos directos de quem viveu o período colonial e revisitando as memórias e feridas do colonialismo".

O ciclo integra a programação da Temporada Portugal França 2022 e terá uma segunda parte, realizada em França, em colaboração com a Shellac Films, durante o mês de Outubro. 

Mais informações sobre o Doclisboa 2022 podem ser consultadas em doclisboa.org.

Sem comentários: